• Da Redação

Banda vence concurso e Campo Grande, na Zona Oeste, vai ter representante no Rock in Rio

A seleção ocorreu na noite desta quarta-feira (038), no Circo Voador

A banda John Bianchi foi a vencedora do JUV Rock Festival, competição musical entre grupos cariocas formados por jovens de 18 a 29 anos e promovida pela Secretaria Especial da Juventude Carioca (JUVRio). A seleção ocorreu na noite desta quarta-feira (038), no Circo Voador, e contou com a participação de oito finalistas, de um total de 89 inscritos. Os ganhadores carimbaram o passaporte para tocar no palco Rock District do Rock in Rio, em setembro, e também foram premiados com uma gravação no estúdio Toca do Bandido, responsável por discos antológicos de artistas como Gilberto Gil e O Rappa.


Chegaram à final, junto com John Bianchi, as bandas Carminium e Radioativa (segunda e terceira colocadas, respectivamente), além de Bellasigma, Lamutes, Lenhadores da Galáxia, Madre Ravena e Radio Front. (Clique em cada banda e confira a história delas).


Vocalista do grupo que leva seu nome, John Bianchi comemorou a conquista do primeiro lugar no festival e disse que a banda, também formada por Ramon Pina, João Victor Santos, Camile Azevedo e Leonardo Piragine, já vai começar os preparativos para a apresentação no Rock in Rio.

"A gente está muito feliz. Vão começar os ensaios, falta pouquinho, mas a gente está preparado para entregar o nosso melhor. O público pode esperar um pouco de loucura, um pouco de rock and roll, maquiagem, look pop misturado com rock. A gente faz essa mistura que parece doida, mas que está dando certo", disse o cantor.

Ele fez elogios à produção do JUV Rock Festival:

"Houve muito cuidado com os detalhes, com a gente, a orientação para os shows. E ficamos felizes por isso e com essa visibilidade que a competição deu para muitos artistas do Rio, que estão escondidinhos, aguardando para serem vistos, para terem seu lugar de fala".

John Bianchi já participou de outros festivais, mas estar no palco do Circo Voador foi outro prêmio para a banda, que aposta em um diferencial para conquistar seu público:

"Todas as bandas foram maravilhosas, mas a gente colocou muito coração em tudo o que estava fazendo, a ideia era tornar tudo emocionante. Estávamos preocupados com a técnica, mas também queríamos doar o coração no palco. Ganhar é consequência, estamos sempre preocupados com o público, em entregar algo que passe sentimento, emoção. O sentido de ser artista é isso, trabalhar com a emoção e o carinho com o público. No Rock in Rio, a performance da banda vencedora será um tributo cover a outros grandes ídolos do rock and roll mundial".

A final do JUV Rock Festival, que teve entrada gratuita, contou ainda com o show da banda Drenna, uma das expoentes da cena carioca e atração confirmada no Rock in Rio. Foi a paixão pela guitarra que motivou a vocalista, do Complexo do Alemão, a formar o grupo que leva seu nome e a cair na estrada, em 2009. Acompanhada pelo baterista Milton Rock e o baixista Bruno Moraes, a Drenna segue ativamente de forma independente.


Para o secretário especial da Juventude Carioca, Salvino Oliveira, a criação de um festival é uma forma de aquecer a cena rock no Rio e fazer cultura na cidade.

"É muito marcante estar aqui, reunir pessoas, várias tribos. Hoje é um dia para a juventude se encontrar, fazer cultura, fazer cidade e perpetuar todo o conhecimento popular que está na nossa veia e faz pulsar o Rio de Janeiro. Tivemos a felicidade de escolher uma banda que vai tocar no Rock in Rio, que é um dos maiores festivais de rock de todos os tempos. Esse é um momento único e é com muita alegria que chegamos até aqui, o primeiro de muitos festivais, e certamente um dos mais emblemáticos, porque a juventude é potência e o Rio é jovem", disse o secretário.

A comissão julgadora foi composta pela musicista Constança Scofield; pelo jornalista Bernardo Araújo; pelo músico, diretor técnico do estúdio Toca do Bandido e sócio-diretor do selo Toca Discos, Felipe Rodarte; e Marisa Menezes, diretora artística da Rock District e da Rock Street do Rock in Rio.


JUV Rock Festival reuniu 229 músicos

As inscrições para o JUV Rock Festival começaram em maio. Na primeira etapa da seleção, as bandas que desejavam conquistar a vaga para tocar no Rock in Rio 2022 tiveram que enviar videoclipes, webclipes ao vivo e ensaios. A competição contou com 89 grupos, totalizando 229 músicos, com idades entre 18 e 29 anos.


Em julho ocorreu a semifinal de forma presencial. Todas as terças-feiras, 10 bandas se apresentavam por noite no palco do Teatro de Câmara da Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, e os jurados escolhiam dois grupos a cada semana, que ficavam classificados para a final.

Fotos: Tadeu Goulart / JUVRio e Maurício Pingo / Photo Premium

Fonte: JUVRio

 

Torne-se um doar por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Whatsapp: https://chat.whatsapp.com/HgKk08wyfoCCniXTVDgPjO

Telegram: https://t.me/sulacap

Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg

RÁDIOWEB SULACAP NEWS

PSS - banners sulacap-06.png