top of page
  • Foto do escritorPriscila Batista Arcanjo

LITERATURAnews | Entenda o Hino Nacional Brasileiro

Atualizado: 29 de abr. de 2022


No dia 13 de abril é comemorado o Dia do Hino Nacional Brasileiro. A melodia foi composta pelo maestro Francisco Manuel da Silva em 1822. Já a letra foi composta pelo poeta Joaquim Osório Duque Estrada em 1909.


O Hino Nacional Brasileiro é símbolo da comemoração da independência do Brasil em relação a Portugal e da exaltação da pátria brasileira, mas somente foi oficializado por lei em 1971.


Possui uma letra complexa que segue o estilo usado pelos poetas parnasianos da época. Portanto possui uma letra com linguagem rebuscada, inversões sintáticas e priorização da beleza da forma ao invés da clareza da mensagem.


Vejamos as palavras mais complexas em destaque e suas definições em parênteses.


Parte I

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas (calmas) De um povo heroico o brado (clamor) retumbante (ecoante) E o sol da liberdade (independência), em raios fúlgidos (brilhantes), Brilhou no céu da Pátria nesse instante.

Se o penhor (direito) dessa igualdade Conseguimos conquistar com braço forte (com nossa firmeza), Em teu seio (interior), ó liberdade, Desafia o nosso peito (coração) a própria morte!

Ó Pátria amada, Idolatrada (adorada), Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido (brilhante) De amor e de esperança à terra desce, Se em teu formoso (belo) céu, risonho (repleto de promessas) e límpido (claro), A imagem do Cruzeiro (constelação Cruzeiro do Sul) resplandece (brilha).

Gigante pela própria natureza (desde que nasceste), És belo, és forte, impávido (destemido) colosso (gigante) E o teu futuro espelha (refletirá) essa grandeza.

Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil (generosa), Pátria amada, Brasil!


Parte II

Deitado eternamente em berço esplêndido (admirável), Ao som do mar e à luz do céu profundo, Fulguras (brilhas), ó Brasil, florão (enfeite) da América, Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra mais garrida (vistosa), Teus risonhos, lindos campos têm mais flores, Nossos bosques têm mais vida, Nossa vida, no teu seio, mais amores.

Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve!

Brasil de amor eterno seja símbolo, O lábaro (bandeira) que ostentas (exibes) estrelado E diga o verde-louro (amarelo) dessa flâmula (bandeira), Paz no futuro e glória no passado.

Mas, se ergues da justiça à clava (arma) forte, Verás que um filho teu não foge à luta, Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil!

 

O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page