top of page
  • Foto do escritorJosi̊ Sàldanha

HOLÍSTICOnews | Tratamento/Trabalho Espiritual faz milagre?


É muito comum usarmos o termo “milagre” para situações que fogem das explicações convencionais/científicas ou quando acontecem transformações muito rápidas. Às vezes nos encontramos em situações tão complicadas de resolver que nós mesmos pensamos e falamos: “só um milagre agora!”. Particularmente, acredito que milagres acontecem sim, pois para Deus nada é impossível, bem como nada é impossível para quem tem fé, para quem crê (Bíblia Sagrada: Mateus 19.26 e Marcos 9.23).

Entretanto, normalmente as coisas não acontecem na hora que queremos ou “determinamos”. E sabe por quê? Porque, quase sempre, não estamos preparados para receber o que pedimos. Essa é a triste realidade que a maioria de nós não aceita de jeito nenhum. Queremos tudo do nosso jeito, no nosso tempo.

Em um tratamento espiritual, especialmente o holístico, manipulamos as energias para que elas fiquem favoráveis ao cliente. Transmutamos as energias negativas em positivas, fazemos uma varredura, uma limpeza na aura da pessoa. Trabalhamos sua ancestralidade, inclusive curando seus antepassados para que o cliente possa ter o canal aberto para receber a cura em si mesmo. Manipulamos energias para curar, equilibrar, harmonizar as vidas passadas do cliente. Limpamos seus registros akáshicos. Retiramos e encaminhamos espíritos obsessores que perturbam a vida da pessoa e impedem, de todas as formas, a sua evolução espiritual e material. Retiramos chips extrafísicos implantados para drenar energia e comandar a mente do cliente. Através do Arcanjo Miguel ou da Geometria Sagrada, quebramos pactos e acordos feitos entre o cliente e seres trevosos (normalmente magos negros), nessa vida ou em vidas passadas. Enfim, é muita coisa!

A pessoa passa vidas e vidas fazendo uma infinidade de coisas erradas (e eu sempre me incluo nisso), quando chega nessa vida atual, está com uma “bagagem enorme para ser despachada”. Normalmente, depois de “ralar bastante” (pois quem deve à Lei do Retorno, não tem jeito), a gente começa a encontrar a “luz no fim do túnel”, seja através da religião, dos tratamentos holísticos ou de ambos. Mas tudo é um processo. Para alguns, com a bagagem um pouco menor, o processo é mais rápido, mas para outros, com “excesso de bagagem”, a situação vai se resolvendo aos poucos. E é para essa segunda situação que estou escrevendo hoje. Para aqueles que a solução parece demorar...

Tratamento espiritual não é milagre: é tratamento, ou seja, leva um tempo. E uma coisa que muitas vezes nos foge ao raciocínio é que, mesmo o tratamento espiritual precisa da nossa contrapartida. Até Jesus, quando curava, as pessoas precisavam ter fé. E fé não é “só da boca pra fora”, precisa vir de dentro, do coração, da alma, ou seja, precisa da nossa contribuição. Mas como podemos contribuir, não é só esperar Deus fazer o milagre? E por que demora tanto? E por que a situação de fulano se resolveu mais rápido? Por que eu sofro tanto se eu sou uma pessoa tão boa?!

Vamos começar pela pior parte: se fôssemos “tão bons” não estaríamos encarnados neste mundo de provas e expiações. Ou seja, vamos começar “baixando um pouco a nossa bola”. E, se estamos em um mundo de provas e expiações, não tem jeito: nossa vida não será um “mar de rosas”, sem nenhum mísero problema, sem nenhuma contrariedade. Os obstáculos fazem parte do nosso crescimento.

Continuando: como eu disse, a contrapartida sempre é necessária. Não adianta muita coisa nos submetermos a uma sessão de Reiki, por exemplo, e termos o hábito de assistir programas sensacionalistas sobre crimes, assassinatos, roubos etc., ou irmos nos encontrar com amigos para criticar e julgar a vida alheia; ou fazemos um Mapa Numerológico e “não movermos uma palha” para seguir as orientações contidas nele. Inclusive, no próprio Mapa Numerológico que eu faço, tem a seguinte frase: “Este Mapa Numerológico não é mágico e nada poderá fazer se você não seguir os ensinamentos aqui sugeridos.” Mesmo as Barras de Access, a Mesa Radiônica, o Reiki, que manipulam fortemente as energias a nosso favor, não poderão fazer muita coisa se nós mesmos não estivermos dispostos a mudar nosso padrão de pensamentos e comportamentos. Temos que ter força de vontade! Se insistirmos em gastar mais do que ganhamos, se não fazemos um planejamento financeiro, se gastamos com supérfluos; se somos gananciosos e apegados ao dinheiro de forma doentia; se somos como crianças birrentas, acreditando que a espiritualidade tem que nos dar o que queremos, na hora que queremos, do jeito que queremos; se somos vingativos, rancorosos, violentos e acreditamos que está tudo bem ser assim... Quanto mais estivermos apegados às baixas vibrações, às baixas energias, mais o tratamento irá demorar a surtir efeito e muitos são os que desistirem no meio do caminho.

Outra coisa que precisamos ter, e que eu já falei sutilmente acima, é humildade. É saber esperar. O tempo da espiritualidade é diferente do nosso. Vivemos presos ao “chronos”, o tempo do relógio, o tempo daqui, da 3ª Dimensão, enquanto a espiritualidade vive no “kairós”, que é o tempo espiritual, o tempo certo, oportuno.

Tratamento espiritual não é mágica. Terapeutas e sacerdotes não são mágicos, apesar de todas as técnicas que sabemos, conhecemos e manipulamos. Apesar de termos um grau mais elevado de mediunidade, isso não nos confere “poderes mágicos”, pois depende muito do cliente, da sua disposição em mudar, em fazer diferente, em se conectar com o sagrado, em saber esperar, em ter humildade, persistência e também, muitas vezes, resiliência. Por fim, como corriqueiramente falamos, “depende de Deus”; ou seja, depende da espiritualidade da pessoa: tanto dos seus mentores e guias (que estão ao nosso lado para exatamente nos guiar e mostrar o melhor caminho), quanto das nossas próprias questões pregressas a serem resolvidas e nossa boa vontade em resolvê-las.

Espero ter causado bastante movimentação em seus pensamentos! Muitas reflexões e muita vontade de mudar, de evoluir, de se conectar cada vez mais com o Sagrado, com o Divino, com a Fonte Criadora. De vez em quando a gente precisa de uma “sacudida”. Prossigamos!

Um grande abraço!

Josi̊ Sàldanha é Numeróloga Cabalista, formada pela ABNC – Academia Brasileira de Numerologia Cabalística, Terapeuta Psicopedagoga Holística, em várias especialidades, afiliada à ABRATH – Associação Brasileira de Terapeutas Holísticos; Mestre em Reiki Usui Tibetano; Pedagoga formada pela UERJ; Teóloga especialista em Ciências da Religião, pela UNESA, e em Psicanálise e Religião, pela Fundação Simonton – IBMR; Sacerdotisa há 18 anos, com dois livros de reflexões publicados, em parceria, na área de Teologia.

Whatsapp: (21) 99232-4887

Instagram: josisaldanha.numerologia

Facebook: josisaldanhanumerologa

Comentários


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page