© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil

  • Pr. Rodrigo de Almeida

REFLITAnews | Long Time a Go


Muitas vezes olho para o mundo de hoje e penso que o mundo de hoje não é mais o mundo em que eu nasci. Parece que estou assistindo aqueles filmes apocalípticos em que a pessoa dorme e acorda em uma realidade paralela onde algo foi retirado da nossa mente e não sabemos o que de fato foi retirado. Digo isto e ainda parece que foi “Long time a go”, mas nasci no finzinho da década de 70 e cresci em meio aos anos 80 e 90 onde as pessoas nascidas no mundo em que vivemos hoje não teriam sobrevivido a esta época, já que hoje vivemos em tempo imediatista, não mais ‘fast food’ como nos anos 90, porém mais digital, online, com ‘megas’ e ‘gigas’ de velocidade. Imagine pessoas deste tempo em uma filha de orelhão com duas fichas na mão para falar com a família rápido antes das fichas caírem... De fato muita coisa mudou, mas no fim das contas o que nos parece é que nesta nova realidade algo foi retirado de nós.

Muitos ainda buscam entender o que falta na equação para responder suas questões filosóficas, outros querem saber onde estão por não reconhecerem mais onde vivem, enquanto alguns simplesmente estão vivendo, seguindo o fluxo, sendo que antes o fluxo era como estar num rio onde há uma nascente, um caminho e um desague final, ou seja, sempre se sabia onde íamos chegar e hoje, bom hoje, o fluxo é de dados ou de ‘bytes’ e estes fluxos começam num provedor que pode estar em um lugar ou muitos ou até em lugar nenhum, na ‘nuvem’ e se despejam em diversas máquinas modernas se repartindo e multiplicando sem saber por onde vamos e por onde alcançamos muito menos quando vamos parar de chegar em nano frações de segundo. Ufa!

Que mundo é esse em que acordei esta manhã? Ainda acha que tem algo faltando? Sinto que neste tempo tem faltado o que encontramos em Mateus 24.12 “E por se multiplicar a iniquidade, o amor de muito, se esfriará”. Alcançamos tanta tecnologia e avanços que esquecemos o amor. Grifei no texto bíblico Multiplicar porque é exatamente isto que esta acontecendo, tudo se multiplica rapidamente, mas o amor é consumido até se esfriar.

Deus é essencialmente AMOR, e multiplicamos nossos contatos na rede social e amigos em outras plataformas e especialmente seguidos em outro aplicativo, mas o AMOR, ou amor não multiplica, esfria. Porque iniciei falando da velocidade das coisas e da evolução que nos levou a um novo mundo, porque sinto que para se AMAR é necessário gastar e investir tempo, mas não temos mais tempo.

Renato Russo um dia escreveu em uma canção “Temos nosso próprio tempo”, e eu pergunto onde está este tempo agora? Deus é essencialmente Amor, e se não gastamos e investimos tempo para observar suas orientações, gastaremos o tempo e investiremos naquilo que apenas se multiplica, mas que deixa sempre um vazio e um querer mais. Precisamos voltar a aquecer o amor, e trazer esta essência do Senhor Deus para nossas vidas, de modo que ao passar alguns dias em que você ler este artigo sinta que ele foi “a long, long Time a go”

Pr. Rodrigo de Almeida é Presidente da Igreja Apostólica Batista Ágape em Maria da Fé/MG. Tel.: (35) 991368131