• Alexandre Madruga

FISIOnews | A importância da respiração no pilates


Respiração é vida, aprenda a respirar corretamente, principalmente ao realizar exercícios físicos. Hoje irei falar um pouco sobre a importância da respiração durante o pilates. Existem algumas dúvidas sobre como se respirar durante a execução do exercício.

A nossa respiração está sempre ligada ao nosso fator emocional, e isso podemos ver pela nossa experiência, pois nos dias que estamos tristes, repara-se uma respiração lenta, e nos dias que estamos alegres, a nossa respiração encontra-se mais acelerada, ou se estivermos em uma situação de perigo ou de estresse, normalmente a respiração está muito mais acelerada.

Mas como devemos respirar durante o exercício de pilates?

Sabemos que respirar corretamente é fundamental para realização do exercício. Posso afirmar que o diafragma é o principal músculo respiratório, se ele não estiver bem, o seu corpo também não estará bem. Quando o aluno inicia o pilates, alguns princípios deverão ser ensinados para que eles façam o exercício corretamente e com total segurança.

Já aquecido devidamente para iniciarmos o exercício, a inspiração é realizada pelo nariz, para que seja umidificado e filtrado o ar.  É realizada de maneira suave de maneira que o ar chegue nas laterais das costelas, expandindo a caixa torácica, deixando o ar chegar e preenchendo todo o pulmão. Esse momento é muito importante, pois o ar chegará aos pulmões para ser purificado e ser levado para os tecidos, principalmente o músculo que deverá ser oxigenado para poder contrair durante a execução do movimento .

Bom, após inspirarmos podemos executar o exercício expirando, soltando o ar pela boca, eliminando grande quantidade gás carbônico, assim facilita para que os músculos abdominais possam se contrair durante o movimento, melhorando a estabilização da coluna. Nos rolamentos (flexão de coluna) podemos reparar isso, na expiração o diafragma se relaxa, permitindo perfeita acomodação dos órgãos viscerais, liberando o espaço abdominal para podermos realizar o movimento em grande amplitude.

Como respirar nas extensões de coluna?

Vejo que alguns profissionais trabalham a extensão de coluna com diferentes maneiras, mas vou passar a técnica que eu faço durante as extensões de coluna, é claro que existem algumas exceções.

Primeiro lugar, para entendermos um pouco da técnica, vou falar sobre a origem e inserção do diafragma. Esse músculo respiratório ele tem sua origem nas seis últimas costelas, face interna do processo xifóide (final do osso esterno) e corpos vertebrais das vértebras lombares.

Agora que já sabemos um pouco de onde se insere e se origina o diafragma, entendemos que ele tem ligação com a lombar, sendo que ao inspirarmos, o diafragma se contrai, a coluna faz uma leve extensão, mesmo que você não se movimente,  aproveitando essa  "deixa", oriento meu aluno de pilates a realizar a extensão, e isso evita que haja força de cisalhamento, criando ainda mais uma estabilidade.

É sempre importante que o aluno não só realize o movimento, mas também entenda o funcionamento respiratório, sentindo cada parte do corpo, os músculos, as articulações e principalmente a nossa respiração, sinta o ar fluir a cada inspiração, se purificando ao entrar nos pulmões.

“Aperte cada átomo de seus pulmões até que estejam tão vazios como um vácuo.” - Joseph Pilates.

Leandro Borges é Fisioterapeuta e Instrutor de Pilates, Pós-graduado em Traumato-ortopedia com ênfase em Terapias Manuais.

Contato: 99550-9212 ( whatsapp )

Email: leandrorjfisio@hotmail.com

Blog do Facebook: Fisiot. Leandro Borges.

#Fisioterapia

Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil