Buscar
  • Juliana Manes - Veterinária

PETSnews | Paracetamol, um grande inimigo do seu pet


Um grande problema existente tanto na medicina humana quanto na medicina veterinária é o uso de medicamentos sem a devida prescrição médica. Em alguns casos tal prática pode ser muito danosa ao organismo, e em outras pode ser fatal!

Na coluna de hoje falaremos sobre um dos campeões de intoxicação e morte de animais, PRINCIPALMENTE EM GATOS... O PARACETAMOL!!!

O PARACETAMOL (ou ACETAMINOFENO) é um fármaco com propriedades analgésicas e antipiréticas. Ele faz parte da composição de uma série de medicamentos para gripe e é o analgésico mais vendido no Brasil, podendo ser encontrado com vários nomes comerciais como, por exemplo oTylenol, entre outros.

A intoxicação de gatos com paracetamol é observada nas clínicas veterinárias com certa frequência, isso ocorre porque os proprietários medicam seus animais indevidamentejá que seu uso é muito comum na medicina humana epor ser comprado com facilidade nas farmácias pensam ser um medicamento inofensivo. Essa droga é tóxica em qualquer dose para os gatos, e um comprimido pode ser letal!!!

A intoxicação de cães com paracetamol não é comum como nos gatos, mas lesões hepáticas podem ser observadas.

O paracetamol é um fármaco bem absorvido no trato gastrintestinal, alcançando a concentração máxima na corrente sanguínea após 40 a 60 minutos (30 minutos em preparações líquidas).

É extremamente tóxico para os gatos e não deve ser administrado em nenhuma situação. Os sintomas iniciais de intoxicação incluem: • Vômitos; • Salivação; • Cianose (mucosas de cor azulada), que denuncia falta de oxigenação; • Depressão; • Inchaço da face e membros; • Aumento da frequência respiratória; • Dificuldade em respirar; • Temperatura baixa; • Sangue na urina.

Cerca de dois dias depois da ingestão de paracetamol, os efeitos nocivos no fígado são bem visíveis, e os animais podem se tornar ictéricos (pele, olhos e mucosas amarelas).

O paracetamol é metabolizado no fígado, sob a ajuda de várias enzimas. No sistema metabólico do gato, há uma deficiência numa destas enzimas, que leva à formação de metabolitos tóxicos que provocam uma alteração nas células sanguíneas do gato que chamamos de corpúsculos de Heinz, impedindo que essas células exerçam sua principal função que é carregar oxigênio aos tecidos e com isso temos a hipóxia – que é a falta de oxigênio nos tecidos.O fígado é também afetado pela produção destes metabólitos.

O tratamento pode ser possível para doses pequenas, mas deve ser extremamente rápido.

Dependendo da dose administrada, o animal pode vir a óbito em menos de 10 horas.

Em caso de ingestão inadvertida em gatos ou overdose em cães, o animal deve ser levado ao veterinário para este proceder à desintoxicação.

Não existem remédios caseiros e os danos podem ser irreversíveis ao fígado dependendo da rapidez com que é iniciada a intervenção veterinária.

Quando obtemos uma resposta positiva ao tratamento o animal fica bem em 48 horas, sem sequelas no futuro. Porém, o que muitas vezes acontece é que quando o animal chega para ser atendido já se passaram muitas horas desde a ingestão, podendo já apresentar lesões decorrentes da falta de oxigênio e dos metabólitos tóxicos.

Em resumo, nunca administre um medicamento ao seu animal de estimação sem antes falar com um veterinário!

Juliana Manes é Médica Veterinária formada pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2006), Pós-graduada em clínica médica e cirúrgica de pequenos animais (2007), Curso de atualização em medicina felina (2015), Proprietária da Veterinaria Sulacap desde 03/05/2010. Contatos: 3357-9933/ 3253-1449 / 96439-8215 (WhatsApp) Facebook: Juliana Manes Página Facebook: Veterinária Sulacap Site: www.veterinária-em-domicilio.com

#Pets #Paracetamol

7 visualizações
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil