Buscar
  • Juliana Manes - Veterinária

PETSnews | Coisas que seu cachorro (e gato) nunca devem comer


Diversos alimentos que fazem parte da alimentação dos seres humanos não devem fazer parte da dieta dos cães, hoje vamos falar sobre os principais vilões que muitas pessoas acham que são inofensivos:

O CHOCOLATE pode causar muitos problemas ao cão, desde manifestações cardíacas (alterando a capacidade do músculo de responder a estímulo), pode provocar desidratação, vômitos, problemas estomacais, intestinais, diarreia, e em concentrações muito altas pode afetar o sistema nervoso pode levar o animal à morte. Não há um tratamento específico para a intoxicação por chocolate, sendo feito somente tratamento suporte. O correto é levar o animal o mais rápido possível ao veterinário para que o mesmo tome as medidas adequadas.

A CEBOLA E O ALHO contém vários componentes que podem fazer mal ao seu cão. Eles pode danificar as células vermelhas fazendo com que os animais fiquem mais fracos e mais parados. Se comerem muitas cebolas podem mesmo chegar a precisar de uma transfusão sanguínea. Apesar do efeito do alho nas células vermelhas só aparecer após alguns dias, os cães ficam cansados e relutantes em se mexer. A coloração da urina pode ficar desde laranja e até vermelha escura.

Este fato é um dos principais motivos do desaconselhamento da oferta de “comida caseira”para os animais. Muitos cães adoram UVAS, mas essa pequena e aparentemente inofensiva frutinha, pode fazer um mal irreparável à saúde do seu amiguinho. Tanto as uvas quanto as passas têm sido associadas a casos de Insuficiência Renal Aguda (IRA) em cães.

A insuficiência renal aguda, quando acontece, é agressiva, e pode levar à morte rapidamente, necessitando intervenção imediata pelo médico veterinário

Os principais sintomas de insuficiência renal aguda são: • Vômitos e diarréia (o vômito ou as fezes podem ter pedaços de uvas ou passas visíveis); • Perda de apetite; • Letargia, apatia; • Dor abdominal; •vFaz pouco xixi, ou não faz xixi; • Insuficiência renal aguda e morte.

Nem todo cão se intoxica ao comer uvas, mas o risco não é pequeno… Não é possível saber com antecedência se um cão é sensível ou não e, se ele for, as consequências podem ser gravíssimas. Sendo assim, é melhor não contar com a sorte... pode não acontecer nada, mas pode ser fatal.

MASSAS FERMENTADAS E ÁLCOOL têm participação semelhante nos processos de intoxicações alimentares em cães (Ambos passam por processo de fermentação). As alterações do álcool se assemelham muito às ocorridas nos humanos, já a massa fermentada no estômago ou intestinos de um cão pode gerar uma grande quantidade de gases, que pode provocar fortes dores e eventualmente causar uma ruptura intestinal. Além disso, são fatores predisponentes à obesidade, e consequentemente a diabetes mellitus e doenças cardiovasculares

Juliana Manes é Médica veterinária formada pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2006), Pós graduada em clínica médica e cirúrgica de pequenos animais (2007), Curso de atualização em medicina felina (2015), Proprietária da Veterinaria Sulacap desde 03/05/2010.

Contatos: 3357-9933/ 3253-1449 / 96439-8215 (WhatsApp) Facebook: Juliana Manes Página Facebook: Veterinária Sulacap

#VeterináriaSulacap #Nãodevemcomer #Pets

56 visualizações
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil