top of page
  • Foto do escritorPedro Nascimento

Segunda reunião entre Polícia de Proximidade, associação e moradores acontece em Sulacap

Reunião tem a finalidade de estreitar laços entre Polícia Militar e moradores do bairro

Nesta terça-feira(16) aconteceu a segunda reunião do ano para debater sobre a segurança em Sulacap. O encontro que teve a presença de policiais militares, foi mais uma vez aberta aos moradores e aconteceu no Galpão Comunitário, sede da Associação de Moradores de Jardim Sulacap (AMISUL).


Se os números oficiais de roubos e furtos continuam em queda, tendo redução de 25% em relação ao mesmo período do ano passado, conforme foi informado hoje. Os números oficiais de aprovação dos moradores em relação ao projeto é de 100%. Durante toda a reunião, os policiais foram elogiados pelos moradores por causa da atenção, cordialidade, presença e atuação que eles têm no dia a dia do bairro.


A presidente da AMISUL, Renata Almeida, levantou a questão da atuação da Polícia Militar em relação ao decreto municipal que restringe o horário de funcionamento do comércio, assunto que muitos moradores têm dúvidas. O Capitão Gualberto, comandante da 1ª CIA do 14ºBPM que abrange Sulacap e região, responde sobre esta questão:

É um decreto municipal. Só podemos atuar em apoio, e quando a Prefeitura solicita nossa ajuda. Existem outras forças de segurança. A Guarda Municipal é a força de segurança da Prefeitura

Sobre a dúvida de uma moradora, de como funciona e qual o horário de atuação das viaturas, o Capitão respondeu:

O nosso telefone nunca fica desligado. São duas viaturas do RAS (Regime Adicional de Serviço), que apoiam o projeto e ficam de 10h até às 22h, e uma viatura do próprio projeto que é 24h. O objetivo do projeto é a interação com os moradores. Na realidade, uma viatura faz o patrulhamento do bairro, indo ao comércio, aos mercados e etc. As outras duas cumprem o baseamento que é determinado pelo chefe do planejamento operacional, elas ficam em pontos chaves para tentar impedir os delitos.

Foi divulgado que Magalhães Bastos, Mallet e Realengo estão no planejamento do 14ºBPM (Bangu) para serem os próximos bairros à receberam o programa 'Bairro Seguro". Faltam apenas detalhes burocráticos à serem resolvidos, mas de acordo com o informado, os policiais já estão treinados, capacitados e devidamente equipados para atender esses bairros. Veja a matéria completa aqui.


Diversões testemunhos foram apresentados pelos moradores de forma positiva à ação do policiamento. Todos aprovando a forma de trabalho e atuação que eles fazem diariamente. Além do Capitão Gualberto, estava presente os policiais militares Tenente Paulo Vitor, Tenente Macena, Sargento Castro e a Cabo Vanessa, que fazem o projeto acontecer.


A reunião contou com uma maior participação dos moradores em relação à que aconteceu em janeiro e a intenção é justamente esta, unir todos em prol do bairro. O próximo encontro tem previsão de ocorrer em abril, mas a data ainda não foi definida e será divulgada pela AMISUL, para que outros moradores possam participar, levando novas demandas e solicitações.


Ao final da reunião, um morador perguntou ao Capitão se o projeto teria data de validade ou uma previsão de término. A resposta foi a que todos os moradores presentes queriam ouvir:

O projeto veio para ficar. Não tem data de validade e permanecerá por muito tempo.

O número funcional do Policiamento de Proximidade é (21)98462-7831. Funciona 24h, atendendo WhatsApp e ligações


Fotos: Pedro Nascimento/Sulacap News

Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page