top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Realengo ganha mais um ecoponto nessa quinta-feira (01), inaugurado pela Comlurb

Entulho, galhadas, pedaços de madeira e bens inservíveis, como móveis e eletrodomésticos podem ser depositados no local

A Comlurb põe em operação na manhã desta quinta-feira (01) o Ecoponto Vila Jurema, em Realengo, na Rua Itajaí esquina com Avenida Brasil e conta com duas caixas estacionárias que receberão entulho, galhadas, pedaços de madeira e bens inservíveis, como móveis e eletrodomésticos, e mais duas caixas metálicas personalizadas de 1200L, uma para receber resíduos domiciliares e a outra para materiais potencialmente recicláveis. Os moradores poderão colocar seus resíduos de segunda a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados das 8h às 14h.


A iniciativa torna a operação da Comlurb ainda mais sustentável, contribuindo para um gerenciamento mais eficiente dos resíduos sólidos urbanos. O presidente da Companhia, Flávio Lopes, reforça a importância de mais essa inauguração, a quinta só este ano:

"Seguimos com nossa estratégia operacional de inaugurar ecopontos em todas as regiões da cidade, facilitando o ordenamento dos resíduos por parte dos moradores", disse Flávio Lopes.

A Comlurb tem incentivado cada vez mais que os moradores façam a separação de resíduos potencialmente recicláveis em casa, como plástico, vidro, embalagens de papel, entre outros itens.

Os outros quatro ecopontos inaugurados este ano são: o do Vagão, também em Realengo, o de Santo Amaro, no Catete, o de Madureira, embaixo do Viaduto Negrão de Lima, e o da Mineira, no Catumbi. A Comlurb está empenhada em reformar e implantar novos ecopontos em diversas regiões da cidade, especialmente em áreas mais críticas de descarte irregular, garantindo que locais antes degradados passem a contar com pontos ordenados de descarte, com remoção regular pelos caminhões da Companhia. A previsão é que até o fim do ano mais de 20 ecopontos sejam finalizados.

Os ecopontos ficam estrategicamente localizados nas comunidades e proximidades, e são locais de entrega voluntária de resíduos domiciliares e pequenos volumes de entulho, bens inservíveis (móveis, sofás, eletrodomésticos, etc.) e galhadas. Nessas estruturas o cidadão pode dispor o resíduo gratuitamente em caçambas distintas para cada tipo de material. Por isso, os ecopontos são fundamentais para a ordenação dos resíduos, controle de vetores e melhoria da saúde pública, de forma a evitar disposições irregulares, como em pontos críticos.

 

Torne-se um doar por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page