• Isaac Grangeiro

Falso médico é preso em flagrante na UPA de Realengo

Ele disse que era estudante de medicina e que cursou até o 6º período numa faculdade particular, mas não teve dinheiro para concluir o curso

A Polícia Civil prendeu em flagrante, nesta terça feira (18), Itamberg Oliveira Saldanha, que usava o nome de um médico para trabalhar no UPA de Realengo. Segundo a delegada Bianca Lima, ele chegou a assinar atestados de óbito, receitar medicamentos e atestados médicos. O que chama a atenção são os mais de 3 mil atendimentos feitos pelo falso médico sem nenhuma suspeita dos funcionários do UPA.

O verdadeiro médico, chamado Álvaro Pereira Carvalho, percebeu que seu nome estava sendo usado indevidamente na UPA de Realengo após ter dificuldades em tomar as duas doses da vacina contra a Covid-19, tudo isso porquê no sistema de saúde já estava registrando que ele foi vacinado, além de ter uma conta no banco aberta por terceiros em seu nome.


Em depoimento informal na delegacia, Itamberg disse que era estudante de medicina e que cursou até o 6º período numa faculdade particular, mas não teve dinheiro para concluir o curso.


A Secretaria Estadual de Saúde informou que abrirá processo administrativo para apurar a contratação do falso médico.

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.