• Alexandre Madruga

Com reabertura prevista para julho, bares e restaurantes do Rio ganham cartilha para retomada


Associação Brasileira de Bares e Restaurantes apresenta orientações para adequar funcionamento dos estabelecimentos e dar segurança às equipes e clientes

A reabertura de bares e restaurantes na capital do Rio de Janeiro, prevista para 2 de julho, quando começará a fase 3 do Plano de Retomada da Prefeitura do Rio, divulgado em 1 de junho, exigirá uma série de cuidados. Diante deste cenário, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Rio de Janeiro (Abrasel RJ) lançou uma cartilha com recomendações aos estabelecimentos e empresários do setor, seguindo orientações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e da OMS (Organização Mundial da Saúde). As informações vão desde a organização espacial dos estabelecimentos à maneira de realizar os pagamentos. O material gratuito está disponível no site da entidade. Para o presidente da Abrasel RJ, Pedro Hermeto, a cartilha soma esforços ao que já é feito no dia a dia dos bares e restaurantes. "O setor de Alimentação Fora do Lar (AFL) é um dos rígidos em suas rotinas de higienização de alimentos e ambientes para evitar contaminações. Mas em tempos de pandemia, novos procedimentos estão sendo realizados. Tudo pela segurança e conforto dos profissionais e clientes, evitando a disseminação da COVID-19", destaca. O documento gratuito pode ser baixado e reúne dezenas de dicas sobre orientações para a equipe, para os clientes e adequações das instalações. A ideia é munir os estabelecimentos de informações confiáveis sobre quais procedimentos seguir, fortalecendo a confiança das equipes e clientes de que aquele estabelecimento está preparado e seguindo as orientações de higiene e saúde.

A cartilha pode ser acessada gratuitamente no link: http://bit.do/GuiaRetomadaAbrasel

Confira algumas orientações: • Diminua a capacidade de público do estabelecimento, de modo que seja possível uma separação mínima de 1m (um metro) entre as cadeiras ou 2m (dois metros) entre as mesas. • Repense o modelo de seu cardápio. Se não for possível abolir o menu físico (escrevendo os itens em uma lousa, por exemplo), prepare um modelo plastificado, que possa ser higienizado após o uso. Outra ideia é ter um cardápio digital, que o cliente pode acessar lendo um QR Code pelo celular. • Reforce as boas práticas na cozinha e reserve espaço para a higienização prévia dos alimentos crus, como frutas, legumes e verduras. Existem produtos específicos no mercado. Ou use uma solução de água sanitária na proporção de 10 ml (veja no rótulo se pode ser usada para alimentos) para 1 litro de água. Deixe os alimentos na solução por 10 minutos e depois enxágue em água corrente. • Disponibilize álcool em gel 70% para os clientes, na entrada e em pontos estratégicos do estabelecimento. • As comandas individuais em cartão devem ser higienizadas a cada uso. • Reforce a higienização do piso e de superfícies com detergente e sanitizantes adequados, seguindo as orientações do fabricante. Existem no mercado produtos químicos 2 em 1, ou seja, detergente e sanitizante juntos no mesmo produto.

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil