top of page
  • Foto do escritorLC Afonso

Bangu teve final semana do Heavy Metal Brasileiro e com casa lotada

O Be Magic Fest foi uma celebração ao estilo e aos fãs, que pro sinal, comparecem em massa

Foto: Luciana Pires

Aconteceu nesse final de semana o Be Magic Fest, evento produzido pela produtora Be Magic, que colocou o Heavy Metal Brasileiro no seu devido lugar, precisamente no bairro de Bangu na Areninha Hermeto Pascoal, conhecida como Lona de Bangu. A produtora vem produzindo diversos eventos no local, inclusive, tem sido porta de entrada para várias bandas se apresentarem, em uma região que tem se mostrado cada vez mais prolífica quando se trata de Rock, e isso, em razão de diversos outros eventos que acontecem no bairro e adjacências. O Be Magix Fest foi uma celebração ao estilo e aos seus fãs, que por sinal, compareceram em massa e justificaram a força do estilo, provando mais do que nunca que temos mais que samba e funk no Rio de Janeiro. E tudo isso, só com bandas Brasileiras! E falando em bandas e do evento, tivemos dois dias de shows, com o primeiro dia mais cheio do que o segundo dia, e um cast, que respectivamente, unia diferentes gerações de fãs.

Foto: Luciana Pires

ONo primeiro dia tivemos a presença de um medalhão do estilo, o Azul Limão, banda que vem fazendo um som pesado desde os anos 80 e continua cada vez mais produtiva. Inclusive, um dos trabalhos foi de uma live gravada com produção da Be Magic em parceria com o HR Estúdio. Contamos também com uma das bandas consideradas como um dos grandes nomes promissores da cena, a Crypta, banda que conta com duas ex-integrantes da banda Nervosa, que inclusive já tocou na região com produção da Be Magic. A Crypta é daquelas bandas que já nasceu pronta e todo o trabalho que tiveram no dia foi enlouquecer a garotada que estava ali ávida para assistir a banda pela primeira vez no Rio. O Hatefulmurder e Nadha são bandas novas, mas o Nadha é ainda mais recente, fundado pelo Felipe Eregion, músico muito conhecido por ter tocado no Unearthly. Fazem um som atípico no que rola dentro do estilo. O Hatefulmurder já é uma daquelas com um trabalho consolidado e que já tem um bom número de fãs que acompanham a banda, e, nada mais justo para quem tem feito um excelente trabalho ao longo da carreira e que logo se tornará ainda maior. Falando em público, o evento teve mais de 500 pessoas, um número super expressivo em se tratando de público de evento com bandas brasileiras do estilo.


No segundo dia, o público foi formado por uma parcela maior de um público mais velho, daqueles que curtem Metal desde os anos 80. Deu menos público, porém, com um bom número de pessoas e a mesma paixão dos jovens, talvez até mais do que eles. Por que? Porque estavam ali duas bandas super reconhecidas: Mutilator e o Laws Kill Destroy, que veio tocando Sarcofago, uma banda cultuada nesse meio, e que tinha no palco a participação de Gerald Minelli, um dos fundadores do grupo. Ambas pertencem a uma das cenas mais conhecidas do Metal Brasileiro, a cena extrema de BH, de onde despontaram bandas como Sepultura, Sextrash (inclusive um dos seus guitarristas tocou no Laws Kill destroy nesse show), Chakal, Holocausto, entre outras. Abrindo o dia, tivemos uma banda também nova chamada Dor Profana, que conta em sua formação, Paulo Possessed, um ex-integrante da Gangrena Gasosa. Banda boa demais, fazem um Black metal rápido e sem firulas. Tivemos ainda o Pagan Throne, esse, com um estilo mais elaborado, que como o Hatefulmurder, já vem obtendo bastante reconhecimento entre os fãs do estilo com um tipo de som mais elaborado musicalmente e até visualmente. O BE MAGIC FEST deu certo, e por que eu digo que deu certo? Porque o público compareceu, abraçou a causa e comprou mais uma vez o barulho desses incansáveis produtores que fazem Metal em um país que pouco se reconhece o Heavy Metal daqui. Que venha a segunda edição, já confirmada inclusive, para o ano que vem, e que deve ganhar mais um dia na sua agenda. Ou seja, com 3 dias de evento.


Longa vida ao Metal Brasileiro.


* Luis Carlos é Jornalista, músico e Produtor

 

O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Comentários


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page