top of page
  • Foto do escritorAlexandre Madruga

Antigo Colégio Souza Lima, em Realengo, está abandonado e sendo vandalizado

Atualizado: 22 de set. de 2023

Moradores reclamam que local está escuro e sem segurança

Em 31 de março do ano passado, o imóvel da Rua General Sezefredo em Realengo foi desapropriado e declarado como de utilidade pública. Por anos, no local, funcionou o Colégio Souza Lima, uma unidade de ensino particular e tradicional da região, que agora pertence a Secretaria Estadual de Educação (Seeduc). Após mais de um ano e meio, o local continua fechado, com aparência de abandono, janelas foram retiradas e tem aspecto de imóvel depredado. Para piorar, segundo alguns moradores, no local não há seguranças e fica muito escuro ao anoitecer.

"Se você passar por ali à noite, tudo escuro. Está abandonado, sem segurança. Inclusive, todas as janelas foram furtadas. E a cerca foi danificada, pra facilitar o vandalismo", afirmou uma moradora que prefere não se identificar.

Segundo informações do jornal Realengo em Pauta, o imóvel e todos móveis que tinham dentro, foram avaliados em R$ 4.741.580,00 e um documento do Tribunal de Justiça do Estado do Rio demonstra que já houve a devida indenização ao antigo proprietário.


Ainda de acordo com o jornal Realengo em Pauta, existe um descaso do poder público estadual.

"Os moradores estão assustados e quem passa pela rua consegue ver que a concertina foi danificada para facilitar o acessos dos meliantes que agem com o cair da noite e não são incomodados na ação de destruir o Patrimônio Publico que se tornou o imóvel. Como é um bem do Estado, a Secretaria Estadual de Educação poderia acionar o Batalhão da região solicitando apoio para evitar a depreciação do imóvel comprado com o bem publico".

Segundo a Secretaria de Estado de Educação, a área está sob posse da Seeduc para implementação de uma nova unidade em 2024 e que em relação ao policiamento, recomendou demandar a Secretaria de Estado de Polícia Militar.

"A previsão é que uma escola seja implantada no local, com início do processo de obras e adaptação do local previsto para o primeiro semestre de 2024", finaliza a nota.

A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que, de janeiro a julho, o 14° BPM (Bangu) prendeu 579 criminosos e apreendeu 32 adolescentes por prática de ato infracional, e que a unidade realiza rondas com as viaturas e motopatrulha diuturnamente, visando prevenir e coibir delitos nesta região, além do batalhão também empregar policiais militares pelo Regime Adicional de Serviço (RAS).

"O 14° BPM realiza, frequentemente, ações de revistas e abordagens, além de diversas ações que visam coibir o cometimento de crimes, incluindo os roubos e furtos a patrimônio público e privado. Segundo os dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), esses esforços resultaram em uma redução de 6.6% no total de furto e uma queda de 21.6% no total de roubos na área de policiamento do 14° BPM. O comando da unidade também trabalha em conjunto com a delegacia da área no intuito de identificar os envolvidos em tais ações".

Fotos: Marcelo Queiroz e Jornal Realengo em Pauta.


Matéria atualizada com notas da PM e Seeduc no dia 22/09 às 7:45h.

 

Torne-se um doador por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


留言


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page