Buscar
  • Josi̊ Sàldanha - Numeróloga Cabalista

HOLÍSTICOnews | O Umbral


Conforme sinalizei no artigo da semana passada, hoje vamos estudar (um pouco) sobre o Umbral, que muito se assemelha aos popularmente conhecidos “purgatório” e “inferno” (particularmente, creio que são nomes que se referem ao mesmo lugar).

Muitos duvidam da existência desse “lugar”, alguns afirmam que “o inferno é aqui mesmo”, outros acreditam que ele se situa dentro da terra. Há quem creia que Lúcifer é o deus, o rei, o dono do inferno. Alguns valem-se do medo e da ignorância alheios para aterrorizar os incautos com o “fogo do inferno” e há muitos que, realmente, caminham a passos largos em direção a esse lugar...

Ou seja, há várias teorias e especulações sobre o que é e onde se localiza o Umbral. Como eu já disse acima, em minha concepção, Umbral e inferno são nomes que se referem ao mesmo lugar, mas não pretendo entrar nas explicações do cristianismo sobre esse tema, pois isso a maioria de nós já sabe, desde a infância. Apenas ressalto que a Bíblia vale-se muito da linguagem metafórica (muito mesmo!) e, portanto, não se deve interpretar tudo o que está escrito nela de forma literal. A respeito do inferno então, nem se fala! Muita linguagem figurada foi usada para descrever esse local e muito da cultura da época (é óbvio) estão contidas nos relatos bíblicos sobre “o quinto dos infernos” (rs).

Dito isto, vamos às informações esotéricas a respeito desse misterioso local. Primeiramente, segundo relatos de estudiosos místicos, médiuns, projeciologistas e afins, o Umbral não é um lugar exatamente físico, como estamos acostumados em nossa vida de terceira dimensão. Ele é um “lugar vibracional”, energético, mantido por nossos estados de consciência densos e que atrai espíritos igualmente densos, ou seja, de baixa frequência. Que espíritos são esses? Pessoas muito apegadas à matéria, com vícios diversos, suicidas, assassinos, egoístas ao extremo, dentre outros nesse mesmo nível que, quando “morrem”, quando desencarnam, vão para lá expurgar suas faltas. Tais pessoas são atraídas para os locais do Umbral que estão na mesma frequência energética que elas vibravam aqui, enquanto encarnadas. E a aparência dessas pessoas também será de acordo com suas vibrações daqui: lá, toda “miséria humana” fica exposta em forma de aparência degradante...

O Umbral não é exatamente um lugar de “castigo”, como estamos acostumados a pensar em nossa cultura. Lá é um local de expurgo, para onde os espíritos vão com a finalidade de melhorar energeticamente, de tomar consciência dos seus erros enquanto encarnados; um local onde a Lei de Causa e Efeito é plenamente aplicada àqueles que se recusaram a aprender a Lei do Amor Incondicional enquanto estiveram aqui na 3D. Dependendo de o quanto a pessoa esteve imersa na maldade e nas baixas vibrações enquanto esteve por aqui, mais “tempo” levará no Umbral até estar apta a mudar de nível. Infelizmente, há relatos de espíritos que levam muitos e muitos anos (falando na nossa forma de entender, pois lá não existe a noção de tempo linear, como aqui), até adquirir a consciência da necessidade de melhorar de padrão energético, reconhecer suas falhas e serem resgatados de lá, enquanto outros, adaptam-se “tão bem” ao local, tamanha é a sua imersão no erro, que vão ficando lá “eternamente”.

Mesmo não sendo um local físico, o Umbral é um local energético, localiza-se vibra na frequência da quarta dimensão, começando na crosta terrestre, indo até alguns quilômetros acima da superfície da terra. Ou seja, é muito fácil nos conectar a esse local, pois ele está numa realidade paralela à nossa. Muitas pessoas vivem aqui, mas seus espíritos vibram lá o tempo todo e, consequentemente, atraem os espíritos que vivem lá para perto de si mesmas!

Por exemplo: sabemos que o alcoolismo é uma doença, uma predisposição genética etc., mas também não deixa de ser um vício que degenera o ser humano. Pessoas alcoólatras tendem a atrair espíritos que vivem no Umbral e que também foram alcoólatras, enquanto encanados, e que, por consequência, sentem falta dessa energia da bebida. Por isso, a explicação espiritual para o alcoolismo é que quanto mais a pessoa bebe, mais ela quer beber, pois é constantemente “assediada” por esses espíritos sedentos de mais e mais éter da bebida...

As camadas mais densas, mais “pesadas” da 4D, ficam por aqui, na nossa superfície, enquanto as mais elevadas, mais acima. O Umbral não vibra todo na mesma densidade energética: existe o Umbral superior, médio e o inferior, com cidades e com vales. Abaixo do Umbral, dentro da crosta terrestre, existe a região das trevas, que é mais densa ainda e vive em total escuridão...

Os vales, que são regiões que concentram os espíritos por afinidade, sendo que eles mesmos atraem uns aos outros, formando esses locais: vale dos suicidas (um dos maiores), vale dos assassinos, vale dos drogados, assim por diante.

Aqui, vale ressaltar que, no vale dos suicidas, os bons espíritos que trabalham nos resgates, tentam sempre resgatar aqueles que se arrependem, com sinceridade, do que fizeram, enquanto os maus espíritos também vão até lá, mas para zombar e maltratar dos seus inimigos que foram para esse vale, aproveitando-se do seu estado de desespero (imaginemos um local com milhares de pessoas que não estão entendendo bem o que está acontecendo, pois, apesar de terem se matado, não estão mortas...).

Sobre o vale dos drogados, o que se sabe é que são poucas as cidades de grande porte que abrigam os drogados, mas elas são muito movimentadas e eles fazem grandes festas por lá. Pra cada tipo de vício daqui da terra, existem cidades e núcleos específicos de viciados no Umbral: compulsivos sexuais, alcoólatras, usuários de drogas etc. Tais viciados vêm, em verdadeiros bandos, aqui para nossa dimensão, para sugar as energias daqueles que possuem os mesmos vícios que eles...

Ainda sobre sua localização, como falei acima, o Umbral localiza-se na quarta dimensão, que é, digamos, subdividida em camadas. Como a 4D não é física, não existem fronteiras exatas entre suas camadas, mas as regiões são bem claras. Portanto, o Umbral localiza-se na primeira camada, sendo nosso “vizinho” (rs).

Sua aparência é muito parecida com nosso mundo, só que trata-se de um local sombrio, desolado, com muito lodo, lama, pântanos, árvores decadentes, vegetação rasteira, ambientes sujos e fétidos, clima e ar sufocantes, lembrando aqueles filmes que relatam a terra após um cataclismo, guerra mundial, “fim do mundo” etc. Ao contrário do que aprendemos literalmente na Bíblia (que como disse é muito rica em metáforas e isso tem um motivo muito sério, mas não vou me ater nessa explicação aqui), a temperatura no Umbral é fria, muito fria... Lá existem também montanhas, cavernas, penhascos, assim como aqui em nossa realidade, porém sem a densidade da matéria.

A organização de lá é tão parecida com a nossa, que existem cidades, algumas menos sujas e menos desorganizadas que outras; presidentes, governadores, imperadores, reis, tal como aqui. Esses governantes são espíritos muito inteligentes, porém voltados para o mal, para a magia negra (como falamos aqui); eles adoram cegamente o poder e odeiam as pessoas boas e o bem. Escravizam, controlam e exploram, através do medo e da violência, os demais espíritos que lá “residem”. Muitos sabem que estão no Umbral e que trabalham para o mal das pessoas. Não é comum que seu reinado dure muito tempo, pois os espíritos de resgate trabalham incansavelmente para tirá-los de lá. Contudo, assim como acontece no crime organizado, tão logo um chefe sai de cena, outra liderança assume seu lugar e recomeça o ciclo.

As cidades são povoadas por espíritos que se unem por afinidade, sempre, assim como nos vales. Lá existem “construções” como aqui: prédios, “salões de festas” grandiosos, tribunais, bibliotecas com livros e revistas voltados ao ensino de tudo o que é negativo, incluindo algumas publicações daqui que são desse naipe...

Devido ao fato de estarem muito apegados à vida na terra, muitos espíritos que vão para o Umbral, além de levarem uma vida muito parecida com a nossa, aqui na Terra, também desenvolvem a capacidade de manifestar sensações físicas, padecendo de fome, sede, sono, dores, vontades diversas.

Fato muito curioso é que no Umbral também existem os “justiceiros”: espíritos que capturam e prendem espíritos desorientados, que eles consideram errados e que precisam fazer justiça com as próprias mãos. Os locais que esses justiceiros buscam suas presas são os nossos hospitais, cemitérios e também lá, no Umbral. Entre seus encarcerados encontram-se as pessoas que foram muito más quando em vida.

Mas nem tudo são trevas por lá, pois existem os Postos de Socorro: locais que lembram nossos hospitais e que são vinculados a uma das Colônias Espirituais, como o Nosso Lar, por exemplo, que se localizam também na 4D, porém acima do nível do Umbral. Quando um espírito que está nesses postos consegue despertar para a necessidade de evoluir, aí sim, ele é levado para uma Colônia Espiritual, para continuar o tratamento, estudar, trabalhar ajudando a salvar outros espíritos. Importante frisar que nosso livre-arbítrio sempre é respeitado e, portanto, quando um desses espíritos resgatados e que estão em tratamento nos postos ou mesmo em uma Colônia, resolve que não quer prosseguir no caminho da Luz, pois está cheio de ódio, rancor, vingança etc., ele pode voltar, espontaneamente, para o local de onde saíram. Essa é a Lei...

Bem, o assunto é vasto! Muito mais eu teria para escrever, mas como sou adepta da homeopatia, por hoje é só (risos). Espero que tenham gostado, que tenham aprendido junto comigo (quando ensinamos, somos os primeiros a aprender!) e que vocês repassem esse conhecimento adiante, indicando esta leitura (e dos demais artigos que escrevo) aos seus amigos. Caso tenham dúvidas, estou às ordens para esclarecer, pois gosto muito de repartir o conhecimento.

Um grande abraço!

Namastê!

Josi̊ Sàldanha é Numeróloga Cabalista, formada pela ABNC – Academia Brasileira de Numerologia Cabalística, Terapeuta Psicopedagoga Holística, em várias especialidades, afiliada à ABRATH – Associação Brasileira de Terapeutas Holísticos, Pedagoga formada pela UERJ, Teóloga especialista em Ciências da Religião pela UNESA, Sacerdotisa há 15 anos, com dois livros de reflexões publicados, em parceria, na área da Teologia.

Telefones Oi: (21) 3357-7399 e 98464-4568

Whatsapp e celular Claro: 99232-4887

www.josisaldanha.com.br

contato@josisaldanha.com.br

www.facebook.com/josisaldanhanumerologa

#Umbral #Inferno #NossoLar #ColôniaEspiritual #valedossuicidas #Lúcifer

0 visualização
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil