Buscar
  • Alexandre Madruga

Cidade das Artes apresenta o projeto Zona Oeste Viva!


A Cidade das Artes será palco, no próximo dia 25, a partir das 19h, do evento Zona Oeste Viva! A ideia é debater de forma democrática a região mais populosa da cidade e que apresenta também os piores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do município. Durante o encontro haverá leitura de textos da escritora Taís Espírito Santo, moradora de Campo Grande, e flash mob com os jovens da Cia In Off de Realengo. O evento acontecerá uma vez por mês e conta apoio da Fundação Cidade das Artes, Trilhos Produções Artísticas e Editora Malê.

A edição de estreia contará com a participação dos jovens do Festival Todo Jovem é Rio, um projeto de política e cidade que está percorrendo 40 casas em diferentes pontos da cidade.

-A Cidade das Artes, desta forma, se transforma num ponto de referência de debates sobre a região onde estamos inseridos. Queremos nos aproximar, cada vez mais, das comunidades do entorno e temos projetos educativos que vêm criando um fluxo maior de troca e, mais que isso, de interação – explica Bel Kutner, diretora artística da Cidade das Artes.

Haverá um debate, na Sala de Leitura, reunindo a atriz Veruska Delfino, a psicóloga Márcia Florêncio, a poeta Viviane Sales, o professor Walmyr Júnior e a escritora Taís Espírito Santo. A mediação ficará a cargo de Pablo Ramoz, ator e curador do projeto. O tema será: Como o jovem carioca pode voltar a sonhar com a cidade?

PROGRAMAÇÃO

Márcia Florêncio é coordenadora executiva do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds) e supervisora do Programa Coordenadores de Pais, no Pará. Mestranda em educação na Universidade Federal do Estado Rio de Janeiro (UNIRIO), a psicóloga coordenou o Projeto Bairro Educador, integrado ao Programa Escolas do Amanhã da Secretaria Municipal de Educação do Rio, e tem experiência em gestão de projetos sociais, educacionais e culturais. Márcia é moradora da Lapa.

Taís Espírito Santo. Mulher! Negra! Do Rio de Janeiro, precisamente da Zona Oeste, criada em Campo Grande. Filha da Isabel e do Francisco. Escritora, poetisa nas horas vagas e nas não vagas também, produtora, amante de música e de Nina Simone. Atriz.

Filha de Oxalá com Yemanjá, serena como o ar e viva no mar, como água-viva.

No K-BELA emprestou sua negritude enegrecida através de lábios que falam por si, mesmo em silêncio.

Em março de 2017, pela Editora Malê teve seus dois textos publicados "A pretinha e o pretinho" e "Quando parei de mandar beijos" no livro "Olhos de Azeviche- Dez editoras negras que estão renovando a literatura brasileira.

CONVIDADOS

Veruska Delfino é atriz e produtora cultural, 29 anos, coordena o Projeto Agência de Redes para Juventude. É líder no programa Renova BR e ativadora de redes e ações no circuito cultural periférico da cidade do Rio de Janeiro. Veruska mora na Glória.

Viviane Salles, poeta e criadora do ‘Poesia de Esquina na Cidade de Deus’, um dos principais saraus da cena cultural contemporânea do Rio. Socióloga formada na PUC. Vivi é cria da CDD.

Walmyr Júnior é morador de Marcílio Dias, no conjunto de favelas da Maré, é professor, membro do MNU e do Coletivo Enegrecer. Atua como Conselheiro Nacional de Juventude (Conjuve). Integra a Pastoral Universitária da PUC-Rio. Representou a sociedade civil no encontro com o Papa Francisco no Theatro Municipal, durante a JMJ.

Mediador: Pablo Ramoz é ator, produtor cultural e morador de Santa Cruz, zona oeste do Rio. Pesquisa e atua em periferias e favelas da cidade metropolitana.

#ZonaOesteViva #CidadedasArtes

0 visualização
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil