• Gilberto L. Ferreira - Consultor

CONDOMÍNIOnews | Quanto custa terceirizar a administração do seu condomínio?


A harmonia nos condomínios deve ser buscada com persistência!

Antes de falarmos em custos falemos de valor!

Dependendo da complexidade do condomínio é impossível que o Síndico sozinho conduza todas os processos inerentes a boa administração. Daí a terceirização se apresentar como uma prática muito útil que permite ao Gestor do condomínio manter o foco nas questões que estão mais ao alcance de seus olhos, mais próximas ás suas habilidades.

Sabemos que a maioria dos Síndicos não se prepararam para este cargo. Foram empossados por diversos motivos. Alguns motivos inclusive já discutidos nesta coluna!

Sendo isto uma verdade, trabalhar com terceirização pode ser um grande negócio quando o parceiro é bem administrado. Nesta linha de raciocínio surgem as administradoras de imóveis como uma das principais empresas parceiras de condomínios, dividindo esta importância com empresas especializadas em segurança, manutenção e jurídico. Consequentemente estas são parcerias de grande valor para o condomínio.

Mais vamos focar nas administradoras para entendermos como o Síndico pode ter um serviço de excelência financeira!

O principal valor agregado da terceirização com administradoras de imóveis são a execução dos processos administrativos tais como: manutenção do cadastro de moradores, execução dos processos de faturamento e cobrança, informe das inadimplências, entre outras, podendo inclusive prestar serviços jurídicos que normalmente são serviços adicionais ao contrato firmado com o condomínio.

É óbvio que incidirão custos para a prestação destes serviços, assim como, é óbvio que no mercado pode-se encontrar uma larga oferta de empresas prestadoras de serviço de administração condominial com serviços variados que resultam consequentemente em preços variados.

Ok mais onde está o problema?

Existe problema?

Antes de responder a estas questões é necessário esclarecer uma “prática” no mercado usada por muitas administradoras.

Para isso vamos novamente olhar para os macros custos dos condomínios que acabam sendo rateados por todos os condôminos. Afinal de contas as despesas com diversos fatores são fundamentais para a existência do próprio condomínio precisam ser honradas.

Desta forma é fácil concluir que a contabilidade dos condomínios se resume em entradas e saídas, fácil a sim!

Será?

E quando estas contas não fecham?

E se sobrar dinheiro?

E se faltar dinheiro?

É muito comum os condomínios não terem suas próprias contas correntes bancárias. Nestes casos as administradoras costumam gerenciar as contas dos condomínios, gerenciando subcontas. Não compete a este artigo julgar a legalidade destas operações. Mais vamos avançar em nosso raciocínio:

Uma administradora presta serviços para “N” condomínios, sendo assim, esta mesma administradora acaba atuando como o “Banco” destes condomínios. Que num primeiro momento parece ser interessante devido a total isenção das taxas bancárias que os condomínios deixam de pagar!

Considerando a prática acima podemos agora responder o principal questionamento deste artigo:

Quanto Custa Terceirizar a Administração do Seu Condomínio?

Para fixar esta ideia façamos o exercício abaixo:

Uma administradora hipotética que cobra R$ 1.000,00 mensais do nosso velho conhecido Condomínio da Harmonia, pela prestação de serviços de faturamento e cobrança, e intrinsicamente também a gestão do dinheiro do condomínio, que por fatores não considerados neste artigo possui um saldo credor de R$ 200.000,00 custa anualmente para o condomínio?

Opções para resposta:

A – R$ 12.0000,00

B – R$ ??????????

Façamos as contas:

Doze mil ok. É a soma dos rendimentos mensais no ano!

No entanto em seu poder a administradora guarda R$ 200.000,00 sem incrementos mensais, que aplicado a juros compostos de poupança considerados como 0,05% ao mês, resulta em:

Esta demonstração transparece o verdadeiro custo desta administradora hipotética, ou seja, por ano ela custa o DOBRO do contratado!

Isto porque os gestores simplesmente não estão dando a devida atenção as oportunidades financeiras!

Bom neste primeiro cenário o condomínio de fato deixou de ganhar dinheiro mais continua saldável.

E se este caso fosse invertido?

Sim porque o argumento de muitas administradoras é que a conta do condomínio VIRADA incide em custos de manutenção desta mesma conta. Nestes casos todos os honos são dos condomínios!

Nada é tão SIMPLES que mereça ser ignorado!

Questione como vão as contas do seu condomínio. Você proprietário ou inquilino tem este direito garantido em lei.

Grande abraço!

Gilberto L Ferreira faz Assessoria, Gestão e Tecnologia para Condomínios.

Dúvidas e sugestões estou à disposição:

e-mails: srsindicoprof@gmail.com; gilberto@tecninfo.com.br

Facebook: @srsindicoprof; @ceftecninfo

#Terceirização #Condomínio

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil