top of page
  • Foto do escritorFernando Pacheco

Parece doideira, mas não é: Vasco goleia em estreia de Lisca Doido e se aproxima do G4

Cruz-maltino é letal e volta a se aproximar dos líderes

Já em sua estréia pelo Vasco, Lisca Doido mostra o seu cartão de visitas à torcida, e o time vence o Guarani, pela 14° rodada do Campeonato Brasileiro série B. Atual melhor ataque da competição, junto com o Náutico, o Guarani não havia sofrido 4 gols em uma única partida na temporada.


Marquinhos Gabriel e Cano, de pênalti,marcaram logo no primeiro tempo. Bruno Silva, marcou contra, e Léo Jabá no finalzinho, garantiram a vitória que encerrou o jejum de três rodadas sem vencer, que subiu para o quinto lugar, com 22 pontos, ficando somente a um ponto do próprio Guarani.


A escolha por Lisca


A verdade é que a escolha por Lisca foi talvez, a mais assertiva da diretoria Cruz-Maltina, com trabalhos consolidados e entregando muito mais do que se esperava dos times no qual treinou, trouxe um ar de esperança ao torcedor, diferentemente do que foi apresentado nesses meses de trabalho do treinador anterior, Marcelo Cabo. Muito criticado, o time de Cabo muitas vezes apresentava displicência em campo, faltava intensidade, vontade de vencer e por mais que muitas vezes despejou rios de amor a torcida vascaína, não obteve reciprocidade depois de tudo que apresentou. Em toda sua trajetória foi questionado por escolhas dentro e fora de campo e também por falta de variações táticas, muitas vezes julgado pelo torcedor como equipe mal treinada, não deixando saudades a torcida. Mesmo que tenha aplicado um único treino, Lisca já mostrou ter mudado a postura da equipe em campo. Com muito mais intensidade, o Vasco apresentou muito volume de jogo e aos 28’min do primeiro tempo, já ganhava por 2 a 0. Contou também com ajuda de Vanderlei, goleiro que vinha sendo questionado nos últimos jogos, e que se mostrou capaz de seguir na meta Vascaína, com ótimas defesas e espírito de liderança em campo. No segundo tempo, foi o momento de liquidar, manteve a intensidade e não deixou a ‘peteca cair’, o time se mostrou lúcido e consciente do que deveria ser feito: GANHAR!


E ganhou. Fez o que é esperado do time desde o início do campeonato, logo com um adversário direto e com aquela típica vitória, que coloca os pés na porta e diz: “O trem-bala da Colina está de volta!”


Léo Jabá, o destaque

Sem dúvidas foi o principal destaque da partida, participando de todos os tentos. Léo sofreu pênalti, cruzou a bola que o zagueiro marcou contra e o último gol foi dele, pra selar a vitória. Jogador não vinha recebendo tantas oportunidades com Cabo, inclusive esse era um dos questionamentos da torcida, pois sempre entrava bem, mas não recebia a chance de iniciar uma partida. Diferente do técnico anterior, Lisca resolveu dar voto de confiança e o escalou nos 11 iniciais, sendo premiado como melhor jogador da partida.


Por fim, é muito cedo para avaliar, mas a torcida Vascaína depois de bastante tempo, pode se dar ao luxo de dormir feliz. Dias melhores virão, torcedor.


Imagens: Divulgação/Vasco da Gama

Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page