top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Obras do Terminal BRT Deodoro avançam para integrar Transolímpica com TransBrasil

Construção do corredor de ônibus tem mais de 1.600 operários em atividade

Retomado em agosto do ano passado, o trabalho prevê a implantação de 26 quilômetros de vias de BRT e o Terminal Deodoro fará interligação à Rodoviária Novo Rio. As intervenções ao longo do BRT contemplam ainda a conclusão de 21 passarelas definitivas, a construção de três terminais (Margaridas e Missões, além do Deodoro) e dos viadutos desses terminais, além do alargamento dos viadutos sobre a Estrada João Paulo, o metrô de Coelho Neto e a linha férrea em Guadalupe. Com o fim das obras, a previsão é de mais qualidade de vida para a população, com a redução no tempo das viagens, segundo a secretária Municipal de Transportes, Maína Celidonio.

"Com a conclusão do corredor Transbrasil, a estimativa é de redução de 50% no tempo de deslocamento. É uma grande melhoria na qualidade de vida de quem está indo e vindo do trabalho. A gente sabe que a obra causa transtorno à população, mas vai trazer muito benefício para o transporte não só da cidade, mas de toda a Região Metropolitana".

Atualmente, as equipes que atuam no Terminal de Deodoro executam os blocos de fundação. Mantendo o ritmo acelerado dos trabalhos, já estão prontas as lajes pré-fabricadas da parte considerada de superestrutura da obra. No dia 25 de fevereiro, as equipes demoliram a antiga passarela que ligava a estação da Supervia ao Parque da Vizinhança e ao bairro de Deodoro. Os pedestres agora são conduzidos à Estrada do Camboatá.


No terminal Margaridas, no acesso à Via Dutra, as obras já estão em estágio avançado e os operários finalizaram o pavimento rígido, a plataforma e a drenagem. No momento, os trabalhos ocorrem no viaduto que dará acesso ao terminal, com os lançamentos das vigas e a execução das lajes.

Construções de estações e passarelas estão avançadas

Das 18 estações a serem construídas, 15 estão com a estrutura de concreto finalizada, faltando a complementação metálica, já em andamento. As outras três estão sendo erguidas.


Das passarelas que interligam as estações, 14 estão prontas e sendo utilizadas pela população. Outras sete estão em processo de construção e duas provisórias foram erguidas para uso temporário. Elas serão substituídas por estruturas novas, entregues até o fim das obras.

No trecho do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), no Caju, estão sendo finalizadas as obras de drenagem. Nos bairros de Coelho Neto e Barros Filho, as equipes seguem fazendo o alargamento de vias laterais e dos viadutos de Coelho Neto e João Paulo.


Entre Barros Filho e Deodoro estão sendo executados alargamentos de vias que vão possibilitar a construção das plataformas das estações de Irajá, Guadalupe e Barros Filho. No Camboatá é realizada a fundação do viaduto que possibilitará o acesso dos ônibus do BRT à Estrada do Camboatá. No local teve início a obra do sistema de drenagem pluvial.


Números

Ao todo, na obra do BRT TransBrasil já foram usadas 3 mil toneladas de asfalto e executados 1.200 metros quadrados de pavimento rígido, 6.400 metros cúbicos de troca de solo (preparação para o asfalto) e 6 mil metros cúbicos de escavação.


Prefeito Eduardo Paes esteve no local nesse sábado (05). Confiram as imagens:


Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page