• Josi̊ Sàldanha

HOLÍSTICOnews | “Em tudo dai graças”


Desde o ano de 1620, nos Estados Unidos, celebra-se o Dia de Ação de Graças. Um grupo de colonos de Plymouth (atualmente Massachusetts), convidou os índios wampanoag para uma grande festa, um banquete, para agradecer a Deus as boas colheitas do outono, depois de um tempo de intempéries. Em 1621, o governador, que gostou da ideia e com a intenção de repetir a celebração de agradecimento, organizou a “Festa do Outono”.

E a comemoração nunca mais parou. No ano de 1789, o então presidente dos Estados Unidos, George Washington, oficializou o dia 26 de novembro como o dia nacional de ação de graças e, em 1863, Abraham Lincoln, o presidente da época, fez uma pequena modificação, declarando que a festa seria sempre na última quinta-feira do mês de novembro.

Nos Estados Unidos, o Dia de Ação de Graças, tem a força que o Natal tem aqui no Brasil. As famílias se reúnem, com a mesa farta, para agradecer a Deus pelas bênçãos recebidas durante o ano. É um grande feriado celebrado principalmente nos Estados Unidos, Canadá e Caribe.

Aqui no Brasil, foi com o presidente Eurico Gaspar Dutra, que o Dia Nacional de Ação de Graças foi oficializado pela Lei 781, de 17 de agosto de 1949, para ser celebrado sempre na quarta quinta-feira do mês de novembro. Sendo, na atualidade, celebrado quase que exclusivamente por instituições, organizações religiosas (a Igreja Anglicana é uma delas) e famílias de origem norte-americana e inglesa.

O título deste artigo é uma passagem da Bíblia, escrita na Primeira Carta aos Tessalonicenses, capítulo 5, versículo 18, para mostrar que dar graças é mais antigo do que imaginamos. E se fizermos uma busca mais aprofundada, também encontraremos registros de que os povos primitivos também davam graças. Agradecer é um ato de nobreza. E não precisa ser religioso, tampouco acreditar em Deus, para que sejamos agradecidos. A gratidão é um sentimento nobre, intrínseco às almas nobres.

Eu não sei a origem de uma ideia totalmente equivocada (eu diria até maligna) que tem circulado entre nós, de uns tempos para cá, que diz que não se deve agradecer a alguém que nos faça algum favor, que nos dê alguma coisa. Oi??? Como assim??? Fico extremamente indignada quando ouço isso e, seja quem for, vai ouvir de mim que esse conceito é errado, que seja lá quem o criou, não sabe nada sobre gratidão. Agradecer por tudo, a todos, antes de tudo, mostra que temos educação e consideração pelo outro. Muito mais que um conceito e uma prática religiosa, o ato de agradecer mostra, no mínimo, que temos educação.

Portanto, que sejamos gratos ao Deus do nosso coração, às pessoas à nossa volta, a toda criatura, pois todos temos uma função no mundo e estamos aqui para cumprir uma missão e ajudar uns aos outros. Que o “espírito de gratidão” faça parte do nosso ser, que nos acompanhe em todos os momentos.

Graças a Deus por mais um ano!

E a você, querido(a) leitor(a), muito obrigada por prestigiar meus artigos!

Um grande abraço!

Josi̊ Sàldanha é Numeróloga Cabalista, formada pela ABNC – Academia Brasileira de Numerologia Cabalística, Terapeuta Psicopedagoga Holística, em várias especialidades, afiliada à ABRATH – Associação Brasileira de Terapeutas Holísticos; Mestre em Reiki Usui Tibetano; Pedagoga formada pela UERJ; Teóloga especialista em Ciências da Religião, pela UNESA, e em Psicanálise e Religião, pela Fundação Simonton – IBMR; Sacerdotisa há 18 anos, com dois livros de reflexões publicados, em parceria, na área de Teologia.

Whatsapp: (21) 99232-4887

Instagram: josisaldanha.numerologia

Facebook: josisaldanhanumerologa

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.