top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Estrada do Catonho entra no Plano de Expansão Cicloviária para Jardim Sulacap

A elaboração do plano contou com a colaboração das seguintes instituições parceiras: Bike na Pista, ITDP Brasil, Transporte Ativo e Tembici

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) e a CET-Rio lançaram um Plano de Expansão Cicloviária, o CicloRio, através do Decreto 52.132/2023 e o Jardim Sulacap ganhará aproximadamente mais 4km quilômetros para trânsito de bicicletas. A antiga ciclovia criada nos anos 70 e quem tem 2km, compartilha o espaço com carros e pedestres ao longo da Estrada Japoré e Avenida Alberico Diniz. A ampliação inclui rota de bicicleta iniciando na Estrada do Catonho, passa na Rua Fernandes Sampaio e se conecta com a Avenida Alberico Diniz.


Há anos é esperada a recuperação e ligação da ciclovia com os bairros vizinhos de Valqueire e Realengo, além da construção de estacionamentos para as magrelas. Há promessa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente realizar uma vistoria visando transformar a ciclovia compartilhada em um outro modelo.

“A ampliação é uma das solicitações da carta-compromisso feita pela Associação de Moradores de Sulacap (AMISUL) para os candidatos que disputaram as eleições de 2020 para a Prefeitura do Rio. É gratificante ver que alguns dos desejos dessa carta estão se tornando realidade. Isso mostra que a luta vale a pena e que é possível alcançar mudanças positivas para nossa região. A AMISUL continuará atuando em prol dos interesses da comunidade, buscando sempre soluções e melhorias para Jardim Sulacap. E agradecemos a todos que fazem parte dessa luta conosco!”, informou o presidente Emilson Moreira.

Segundo a prefeitura, o objetivo é estimular cada vez mais o uso da bicicleta como modo de transporte, interligar toda a cidade e facilitar a conexão aos centros de bairros, a grandes equipamentos urbanos e, sobretudo, à rede de transportes de média e alta capacidade.


Para atingir os objetivos do plano, foi feita revisão da Rede de Mobilidade por Bicicleta (RMB), prevista nos estudos desenvolvidos para o Plano de Mobilidade Urbana Sustentável do Município do Rio de Janeiro (PMUS-Rio). O CicloRio está alinhado com a campanha global Cidades Pedaláveis, do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP), da qual o município do Rio participa como uma das cidades líderes.

“Essa é uma demanda histórica dos ciclistas, que pediam um plano estrutural para a expansão cicloviária no Rio. Além disso, tivemos um aumento do uso das ciclovias por conta da pandemia e com os novos hábitos de entrega, em que temos mais trabalhadores usando as ciclovias. O que queremos é a qualificação da rede existente, propor uma rede e, por meio da participação popular, qualificar o que é prioridade para a população”, disse a secretária de Transportes, Maína Celidonio.

A elaboração do plano contou com a colaboração das seguintes instituições parceiras: Bike na Pista, ITDP Brasil, Transporte Ativo e Tembici.

 

Torne-se um doador por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page