Buscar
  • Alexandre Madruga

PSICOnews | Jogos Perigosos


Não é de agora que o vício em jogos eletrônicos vem chamando a atenção de pesquisadores e profissionais de saúde do mundo inteiro. O problema denominado de Distúrbio em Games (Gaming Disorder) anunciado no último mês de junho pela OMS (Organização Mundial da Saúde), já pode ser considerado uma prévia para a inclusão da doença no Código Internacional de Doenças Mentais (CID 10), em sua versão atualizada (CID 11), a ser apresentada em maio de 2019. Apesar da complexa abrangência, o documento é uma das principais ferramentas epidemiológicas do cotidiano médico, que visa monitorar a incidência e prevalência de doenças, através de uma certa padronização, apresentando um panorama amplo da situação de saúde dos países e de suas populações. 

No lugar de "demonizar" o uso dos jogos eletrônicos, devemos considerar a diferença existente entre o bom e o mau uso dos chamados games. Em vista de enfatizar os efeitos nocivos do uso compulsivo dos jogos, deixemos para apresentar em outra oportunidade os efeitos benéficos dessa tecnologia no desenvolvimento intelectual e relacional observados de forma mais genérica. Os principais sinais de alerta, além da evidente perda do controle no uso, são a manutenção do comportamento repetitivo, mesmo diante de prejuízos sociais, e a priorização dos jogos em detrimento de atividades básicas diárias, tais como comer, dormir, fazer a higiene e produzir algo. Como se diz na expressão popular, trocando em miúdos, fique atento se o vício do seu filho ou de outros está dominando o estado real neurológico, o pensamento e as preocupações. Procure observar o montante de tempo, a duração e a frequência do uso dos equipamentos. Caso positivo, procure orientação médica e busque conscientizar de alguma forma o indivíduo para aceitar um tipo de ajuda. Não se sinta fracassado ou fracassada no desempenho do seu papel familiar. Sentir-se assim, além de não ajudar em nada, pode piorar ainda mais a situação. Confie nos profissionais de saúde especializados e procure seguir todas as recomendações existentes. Em breve, publicaremos alguns estudos e reflexões no que diz respeito as possíveis causas psicológicas sobre o uso compulsivo e o vício em jogos eletrônicos. Saúde sempre e um grande beijo! 

#Psicologia

15 visualizações
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil