Buscar
  • Silvana Rocha - Técnica em Estética

ESTÉTICAnews | Manchas de Pele de verão: 4 tipos comuns e como evitá-los


Verão combina com sol, praia, piscina, passeios ao ar livre e mais uma porção de atividades gostosas. Por outro lado é também a época em que a pele fica mais propensa a sofrer com manchinhas causadas pela incidência dos raios solares.

Para prevenir o surgimentos das manchas de pele de verão, o primeiro passo é saber diferenciar os tipos de marcas e os cuidados que cada uma delas exige.

Confira as informações que o Penteadeira selecionou e que vão ajudar você a passar o verão com a pele linda e protegida!

CONHEÇA AS MANCHAS DE PELE DE VERÃO

1) QUEIMADURA SOLAR

A queimadura solar, ou o popular “torrão”, não perdoa aqueles que enfrentam os primeiros dias de praia e piscina sem cuidar da proteção solar. As manchas vermelhas e a descamação são provocadas pela superexposição à radiação ultravioleta. Nos casos mais graves, a queimadura provoca ardência excessiva e até mesmo bolhas.

A melhor forma de prevenção, principalmente em se tratando de pessoas de pele mais clara, é usar filtro solar e não se expor ao sol entre 10h e 16h. O protetor solar deve ser aplicado de 15 a 30 minutos antes da exposição solar e reaplicado a cada duas horas.

Se a pele já sofreu a queimadura solar, o melhor a fazer é usar um bom hidratante ou bálsamo pós-sol e evitar exposição ao sol. Se a pele começar a descamar, evite a esfoliação: continue passando hidratante e espere a pele se regenerar.

2) MELANOSE SOLAR

É o nome dado às manchinhas escuras que aparecem principalmente no rosto e nos braços, causadas pela ausência de proteção solar adequada ao longo dos anos. Como é um processo lento, as melanoses solares são mais comuns em pessoas de idade mais avançada, razão pela qual são conhecidas também como manchas da idade.

A prevenção é feita através do uso de protetor solar com FPS acima de 50 nas áreas onde as manchas se manifestam.

Quem se incomoda com as marquinhas muito aparentes, pode realizar um tratamento por meio delaser e luz pulsada. Os resultados costumam ser bons desde que a técnica seja empregada de forma adequada.

3) FITOFODERMATOSE OU QUEIMADURA POR CÍTRICOS

Trata-se de uma reação tóxica causada por determinada substância que penetra na pele e, uma vez exposta ao sol, provoca uma inflamação semelhante à queimadura. Pode ser causada tanto pelo contato com frutas cítricas como também por alguns perfumes, cosméticos e remédios.

A melhor forma de evitar a ocorrência da fitofodermatose é lavar bem as mãos e outras partes do corpo em caso de contato com cítricos, além de dispensar o uso de perfumes e cosméticos antes de se expor ao sol. Lembre-se, é claro, de nunca dispensar o uso de filtro solar.

Caso ocorra a queimadura, consulte um dermatologista para receber orientações sobre o uso de anti-inflamatórios e hidratantes. Com o passar do tempo as manchas tendem a sumir.

4) MELASMA

Caracteriza-se pelo aparecimento de manchas castanho-escuras na pele, como se fosse uma máscara. A incidência é mais comum no rosto, sendo mais frequente em mulheres morenas e jovens.

O calor e a luz solar são os principais desencadeadores do melasma, por isso a prevenção exige o uso diário de filtro solar. Como o emocional também está relacionado ao aparecimento desse tipo de mancha, é importante cuidar da saúde mental e manter hábitos saudáveis.

Quem sofre com o melasma pode recorrer ao uso de clareadores, fitoterápicos e vitaminas, além de peelings e procedimentos com laser, lembrando que o tratamento deve ser sempre orientado por profissionais da estética e dermatologistas.

Continuem acompanhando, até a próxima!

Silvana Rocha - Técnica em Estética, Linfoterapeura e Micropigmentadora (Formada pelo SENAC-RJ)

Dúvidas e perguntas: Redes sociais:

WhatsApp: 21 99369-7818 Facebook: Design da Pele Instagram: @designdapele

#ManchasdePele #Verão #Estética

0 visualização
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil