© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil

Fortes emoções na formatura do Núcleo de Aprendizes na Universidade da Força Aérea

December 18, 2019

 

 

No início da manhã do último sábado (14), uma grande concentração de pais e responsáveis dominou a entrada da Universidade da Força Aérea (UNIFA), onde um homem alado abria as asas do futuro para jovens e preparava pais para verdadeiras emoções, recheadas de tantas lágrimas que certamente poderiam desidratar. Na verdade, era a espera ansiosa e esperada de jovens adolescentes, participantes do Programa Núcleo de Aprendizes, que realizou a cerimônia de encerramento das atividades da 29ª Turma. Com ar de formalidade militar, o lotado auditório Marechal Fontenelle (para os saudosos, antigo cinema da UNIFA), teve as ilustres presenças, compondo a Mesa de Honra, o Tenente Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, Diretor Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Major Brigadeiro do Ar José Isaias Augusto de Carvalho Neto, Comandante da UNIFA, Dra Ivone Ferreira Caetano, Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio, professor Joaquim Couto, Presidente do Conselho Diretor do Instituto León Denis e o Brigadeiro Intendente Luiz Tirre Freire, Vice-reitor da UNIFA.

Uma cerimônia preparada para emocionar, com encanto e beleza, onde o amor, a fé e a esperança contagiaram a todos convertendo em lágrimas. Os 150 jovens em situação de vulnerabilidade social foram os protagonistas do evento, dos quais 50 foram do Projeto Máster (fase média) e 102 do Projeto Aprendiz de Um Ideal (fase básica) em um tipo de formatura, diante de 650 pessoas na platéia, além de militares convidados, representantes de instituições parceiras, familiares, amigos e colaboradores, os aprendizes receberam o reconhecimento dos seus esforços ao longo do ano de 2019. “Todos os dias que passamos aqui são mais aprendizados e experiências que levamos para casa e com isso, dou mais um passo em meu desenvolvimento. Aqui, eu encontrei um refúgio muito bom, uma casa onde todos somos irmãos e juntos caminhamos em prol do progresso e principalmente do amor, pois aqui nós damos e recebemos palavras, abraços, incentivos para crescemos como profissionais e como pessoas. Tenho certeza de que eu e outros aprendizes sairemos modificados com uma conduta completamente diferente da que apresentávamos antes. Estamos mais desenvolvidos, maduros, amorosos, com mais capacidade de enfrentar o mercado de trabalho e as dificuldades da vida. Hoje, estamos com uma semente plantada para praticar o bem e a caridade a todos os indivíduos, a fim de um mundo bem melhor para se viver e eu só posso agradecer a Deus por essa oportunidade de estar aqui e de enviar pessoas tão boas no meu caminho. Uma vez aprendiz, sempre aprendiz”, afirma a aprendiz Júlia Gomes, 18 anos.

Foram entregues certificados de participação, de informática básica e de administração prática; e valorização das atitudes que servem de exemplos foi materializada em medalhas de destaques.  “No Núcleo descobri que é muito bom e importante ser útil, saber que nós podemos ajudar em algo com o que temos de melhor. Me mostrou que se não alcançarmos nossos objetivos nas primeiras oportunidades, temos que continuar insistindo e tentando. Aqui, me mostraram o valor da família e o como ela é importante para nos fortalecermos. Ensinaram que o mundo lá fora não é tão fácil e que há maneiras para melhorar. Me ensinaram, também, a resistir às frustrações proporcionadas pelas experiências. Aprendi que temos que nos conhecermos para conhecer o outro e temos que fazer com que o dia do nosso próximo se torne um dia bom, mesmo que o nosso não esteja tão bom assim. Hoje, os sentimentos que carrego comigo e que vou carregar para minha vida inteira são: a gratidão e a sensação de ser útil. O Núcleo é e sempre será muito importante para mim, pois pude ajudar e ser ajudado”, finalizou o aprendiz Gabriel Moraes, 16 anos.

O Programa Núcleo de Aprendizes surgiu na Força Áerea Brasileira (FAB) em 1990, como ação de educação social entre a Universidade da Força Aérea, o Instituto Léon Denis e Vara da Infância e da Juventude, com o objetivo de auxiliar adolescente em situação de vulnerabilidade social. “O apoio imprescindível da Força Aérea, a didática psicoeducatica do Instituto Léon Denis e o respaldo jurídico da Vara da Infância proporcionaram uma plataforma de ensino inovadora que respeita a necessidade de liberdade do jovem para um crescimento sadio, sem desrespeitar a disciplina valorosa que estrutura um meio militar de excelência”, informou a Sargento Joice, coordenadora operacional.

 

A fórmula do sucesso é simples e visa preparar os jovens para os desafios constantes e crescentes da vida, e o Programa Núcleo de Aprendizes se estrutura em três importantes pilares: fortalecimento dos laços afetivos - familiares e sociais;  superação das dificuldades com o fortalecimento de princípios e valores; e  estímulo aos estudos – indispensável recurso para a segurança no porvir.

Os jovens e famílias, inicialmente, procuram o Núcleo de Aprendizes (situado no Campo dos Afonsos, Município do Rio de Janeiro) visando o mundo do trabalho. Com o “método psicoeducativo  de  emprego e desemprego” do Instituto Léon Denis, além de se desenvolver as habilidades necessárias para qualquer organização de trabalho digno, estimula-se também as habilidades pessoais fundamentadas no autoconhecimento. Além disso, para que os jovens possam cumprir um bom papel em sociedade, também se desenvolvem as habilidades sociais e se fortalecem os laços afetivos com as habilidades familiares, necessárias ao equilíbrio emocional. “Assim, recebemos crianças inseguras e hoje, devolvemos aos pais e à sociedade, jovens com atitudes renovadas e com os sonhos fortalecidos. A nossa missão foi cumprida! O alicerce está estruturado”, sentencia a Drª Claudia Galves, Coordenadora Psicossocial.

 

O evento teve também a conclusão do 1° Curso de “Pais Cuidadores de Idosos”, realizado pelo Instituto Léon Denis, dando exemplo mais uma vez que é possível fazer muito, com tão pouco. Foi uma ação pioneira que ofereceu um meio prático de qualificação para auxiliar no sustento das famílias dos jovens atendidos no Rio de Janeiro pela Forca Aérea, e na cerimônia, mães e filhos, alunas e aprendizes se abraçam e se fortalecem dando exemplo de valorização ao estudo.  

 

Mas a meta do Núcleo de Aprendizes é muito mais ambiciosa. “Nossos aprendizes adolescentes estão mais conscientes de que o trabalho, nessa idade, não pode ser prioridade em detrimento do estudo! Compreenderam que a hora é estudar! É o ensino que fará as suas asas fortalecidas para um futuro mais seguro. “Porém, com as aulas de apoio dos professores voluntários do Instituto Léon Denis, vimos que há muito trabalho a ser realizado. Assim, rogamos a Deus e pedimos apoio aos grandes amigos para um novo desafio em 2020: a implantação do Núcleo de Apoio ao Ensino”, finaliza Suboficial Marcos, Coordenador Operacional.

 

As inscrições para a próxima turma de aprendizes será somente no primeiro semestre de 2020.

 

As fotos do evento podem ser vistas no álbum do Facebook do Sulacap News. Para entrar, clique AQUI.

 

 

 

 

 


 

Compartilhar
Twitter
Please reload

ELIANE-site.jpg