© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil

Cresceu número de roubos em Jardim Sulacap no 1ª semestre desse ano

October 20, 2019

Os números não mentem, mas ainda assim, a média de roubos e furtos de pessoas em 2018 não chega a uma ocorrência diária, enquanto que em esse ano ficou em um fato por dia. Tivemos acesso a todos os registros de ocorrências (R.O) feitos na 33ª DP (Sulacap) no primeiro semestre desse ano e comparamos com o mesmo período de 2018. Os números foram cedidos pelo Instituto de Segurança Pública do Rio e são apenas do bairro Jardim Sulacap.


Enquanto o número de furtos cresceu quase 50% e roubos em 20%, houve uma queda de 50% no registro de roubos e furtos de veículos. Em números gerais de cada ano, com todos os R.Os feitos na 33ª DP, as ocorrências mantem certa igualdade. No primeiro semestre de 2018 foram 311 registros, contra 303 desse ano. A média de registros são de aproximadamente 50 por mês, o que dá uma média de 1,5 por dia. Ou seja, a cada dois dias acontecem três ocorrências. 


Olhando os dados mês a mês, os registros cresceram nos meses de janeiro, março e junho, enquanto houve queda em fevereiro, abril e maio. Nesse caso, foram computados todas ocorrências registradas, como ameaças, estelionatos, furtos, roubos, lesões corporais e outros.

Foi possível verificar o horário que acontecem apenas os roubos e furtos, seja de pessoas, comércio, automóveis e coletivos. Foram separados pelo turno que ocorreram os fatos, sendo manhã das 06:00 às 11:59h, tarde das 12:00h às 18:59h, noite das 19:00h às 00:59h e madrugada das 01:00h às 05:59h.


Nesse caso, enquanto houve queda nos registros na parte da tarde e da noite, as manhãs no bairro tem sido maior alvo dos bandidos. O número de registros dobrou do primeiro semestre de 2018 para 2019. Nas madrugadas, os números são baixos e se mantiveram. 
 
Nos próximos dias divulgaremos os dados dos bairros de Deodoro, Magalhães Bastos e Realengo.

 


 

Compartilhar
Twitter
Please reload

ELIANE-site.jpg