© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil

FISIOnews | Como tratar a dor do crescimento?

A dor do crescimento, é um quadro que acomete as crianças, principalmente na idade entre 3 a 12 anos. A população infantil sofre com essas dores, e os pais também, pois nenhum pai gosta de ver seu filho reclamando por estar sentindo algum desconforto.  O sossego só chega após a confirmação do diagnóstico, e enfim solucionado o problema.

 

Ainda sem causa conhecida, não existe nenhuma confirmação científica, mas existem algumas teorias, principalmente a que eles estão na fase do estirão, em que a dor é acentuada após longos períodos de brincadeira. Outra teoria é o fator hereditário carregado pelas crianças. Mas nada ainda está confirmado pela medicina.

 

Normalmente essa dor aparece no final da tarde ou a noite, que pode perdurar por minutos ou algumas horas. Em alguns momentos ela pode até acordar as crianças com o incômodo.

 

A dor surge na maioria das vezes bilateralmente (nos dois lados), e acomete principalmente as pernas e coxas, sendo mais concentrada nos músculos.

 

No exame clínico, é possível diagnosticar, através de uma boa avaliação e exclusão de outras doenças, raramente precisa- se da realização de outros exames.

 

O que fazer para melhorar essa dor no meu filho?

O papai ou a mamãe podem realizar massagens suaves no local da dor, utilizando somente as mão ou colocando um hidratante para facilitar o deslizamento, e também recomenda-se descansar durante o período de dor, o que já é o suficiente. Enquanto está realizando a massagem, a criança já vai sentindo alívio da dor. Pode ser feito também, a colocação de uma toalha molhada com água morna, é um recurso de calor superficial no local.

 

O importante é que os pais saibam que o problema não é de se preocupar. A tendência é que a dor vá sumindo espontaneamente ao longo tempo, não trazendo quaisquer complicações e nenhum impacto no desenvolvimento da criança. O tratamento na maioria das vezes, está em casa, com uma simples e importante massagem.

 

Se a dor persistir, o médico poderá receitar analgésicos, via oral, o que normalmente não é necessário.

 

Leandro Borges é Fisioterapeuta e Instrutor de Pilates, Pós-graduado em Traumato-ortopedia com ênfase em Terapias Manuais.

Contato: 99550-9212 ( whatsapp )

Email: leandrorjfisio@hotmail.com

Blog do Facebook: Fisiot. Leandro Borges

Compartilhar
Twitter
Please reload

ELIANE-site.jpg