© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil

Obra para impedir bandalha em Sulacap não sai devido burocracia da Prefeitura

April 2, 2018

Foto de como ficará o local após a obra (Foto: ViaRio)

 

Desde a inauguração da Transolímpica, motoristas que saem da via expressa na Estrada Marechal Fontenelle, que querem ir sentido Valqueire, insistem em fazer uma bandalha no retorno em frente a alça, para evitar ter que pegar um dos dois retornos 300 metros a frente, próximo a entrada da Estrada Manoel Nogueira de Sá.
Após inúmeras denúncias, a concessionária ViaRio sugeriu a Prefeitura do Rio realizar uma obra na alça de saída, para evitar que as manobras sejam feitas, mas desde o ano passado aguarda a liberação da licença e realizar a intervenção. 


Enquanto a obra não acontece e as bandalhas irresponsáveis continuam, relatos de quase acidentes demonstram o perigo em realizar a manobra, mas isso não desmotiva alguns motoristas, que preferem culpar a Prefeitura.


- Faço a bandalha e vou continuar fazendo. Não sou obrigada a aturar essas obras de m... que a prefeitura do RJ faz. A Sulacap está uma bosta depois dessa obra da Transolimpica. Para termos acesso a Marechal Fontenelle, temos que dar a volta ao mundo. – afirmou Márcia Silva, na rede social do Sulacap News.
Mas nem todos concordam.


- Da volta ao mundo? Não demora nem três minutos. Depois bate de frente com outro carro que esta na mão certa vai dar trabalho para os bombeiros com essa ignorância. – finalizou Lorelay Oliveira, na mesma postagem.

Muitos justificam a manobra irregular, para evitar o trânsito que está muito pesado na estrada, mas a Guarda Municipal vem colocando agentes no local para evitar as bandalhas, que acontecem a qualquer hora e momento, independente das condições de trânsito da via.


Segundo a ViaRio, as equipes para realizar a intervenção estão de prontidão, aguardando apenas a licença da Prefeitura. Ainda segundo a concessionária, “as obras podem ser feitas com tranquilidade em 30 dias”.

 

Entramos em contato com a Prefeitura do Rio, mas até o fechamento dessa reportagem, não obtivemos resposta.
 

Compartilhar
Twitter
Please reload

ELIANE-site.jpg