© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil

GESTÃOnews | Sua empresa atende bem aos seus clientes?

Tenha sua empresa milhares de funcionários ou seja sua empresa apenas "você", não deixe de fazer essa avaliação...


“”””Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera enquanto o garçom faz tudo, menos o meu pedido.
Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranquilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera pacientemente enquanto os funcionários trocam ideias entre si ou, simplesmente, abaixam a cabeça e fingem não me ver.
Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares.
Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal.
Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama quando a recebe após três semanas somente.
Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas.
Engana-se. Sabe quem eu sou? "Eu sou o cliente que nunca mais volta"!
Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua firma. Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito era apenas a pequena gentileza, tão barata, um pouco mais de "CORTESIA".
 "CLIENTES PODEM DEMITIR TODOS DE UMA EMPRESA, SIMPLESMENTE GASTANDO SEU DINHEIRO EM ALGUM OUTRO LUGAR".
Este texto foi tirado de um discurso feito por San Walton, fundador do WALMART, na abertura de um treinamento para funcionários.””””


Esse artigo não trata somente empresas com estruturas gigantescas. Ou só de médias empresas com centenas ou dezenas de funcionários. Trata também da pequena ou micro empresa. Trata também de sua loja, seu comércio ou mesmo do empreendimento onde você é o negócio.


Você e seus funcionários costumam cumprimentar seus clientes com um sorriso nos lábios? Tem dado a atenção que eles efetivamente merecem?


Nunca se esqueça, o maior patrimônio de sua empresa não é o seu prédio, sua loja, seus maquinários ou veículos, nem mesmo seus funcionários que são muito importantes no processo. Seu maior patrimônio é o seu CLIENTE. Sem ele não há a razão para a existência de todo o restante.


Além de ENCANTAR o seu cliente, outro ponto fundamental para a sobrevivência e crescimento do seu negócio é  conhecer o negócio, é capacitar-se para fazer o negócio, é saber o quanto custa o negócio, é entender quanto o negócio poderá render, em suma, é planejar o negócio.


Você não deve montar ou abrir um negócio com o simples intuito de vender e vender muito. Muitas vezes quanto mais você vende mais aperta o laço que está em torno de seu pescoço. Por isso, antes de começar a VENDER planeje-se. Saiba o que vender, para quem vender, o quanto você vender, o quanto você pode entregar, o quanto custará vender e entregar, projeções futuras de todos os indicadores envolvidos em seu negócio, o quanto custará manter seu negócio, custos operacionais, impostos, o quanto custará os investimentos necessários, as fontes de financiamento para seu projeto, a lucratividade que deixará o seu negócio, a rentabilidade que seu negócio proporcionará sobre os investimentos, o tempo que retornará o capital investido e quanto e quando você deverá investir para manutenção e crescimento de seu negócio. A esse conhecimento chamamos de “Plano de Negócio”.


Lembre-se, começar um negócio simplesmente porque o “Seu Antônio” abriu um igual e está ganhando muito dinheiro poderá se um grande passo para você, em poucos meses, estar afundado em dívidas e na possibilidade de perder economias de anos de trabalho.


“Planejamento” não deve ser elaborado apenas antes da abertura do negócio. Deve ser feito anualmente, antes do início de cada exercício fiscal, projetando todas as metas para o novo exercício. Os objetivos projetados servirão como os parâmetros a serem perseguidos e cumpridos a cada mês, acompanhados, entendidos para possibilitar a correção de eventuais desvios, “antes que a vaca afunde no brejo”.


Valcir Ramos é Economista, pós-graduado pela FGV-RJ em Adm. Financeira, Consultor/Coach na VRamos Consultoria  Planejamento Estratégico e Gestão  

www.vramosconsultoria.com.br -  vramosconsultoria@gmail.com - (21)98106-8974

Compartilhar
Twitter
Please reload

ELIANE-site.jpg