© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil

FONOnews | Abaixe o volume!

A audição é um sentido primordial para a comunicação humana, através dela adquirimos  e desenvolvemos a linguagem verbal. No Brasil, existem cerca de 10 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência auditiva, que pode ser de origem genética ou adquirida.


Nos casos em que a perda auditiva é adquirida, hábitos saudáveis podem fazer toda a diferença. 


O que você tem feito para preservar a sua audição?


 No dia a dia, é extremamente comum observar o uso de fones de ouvido. Nas ruas, no transporte publico, na prática de atividades físicas, a música está incorporada ao nosso cotidiano. Porém, esse hábito que deveria ser prazeroso, trazer conforto, pode se tornar um grande inimigo da nossa audição. 


Quando expomos nossos ouvidos a níveis de pressão sonora elevados, podemos ter tanto um dano passageiro, momentâneo quanto um dano irreversível.


O som é medido por uma unidade chamada decibel (dB), se expor a sons acima de 85dB é colocar em risco a sua audição. Em um show, ficar perto das caixas de som, que podem chegar ate 110db, é extremamente prejudicial a saúde. Note que após exposições como esta, é comum sentir um zumbido nos ouvidos e ter uma mudança temporária de limiar auditivo. Sentir isso é perceber que a sua exposição foi exagerada. Esses sintomas são temporários, mas se a exposição se torna um hábito, os danos se transformarão em irreversíveis. 
Além das alterações na audição, a exposição a níveis de pressão sonora elevados podem trazer danos ao corpo todo, como aumento da pressão arterial, stress, perturbações no sono, piora do desempenho no trabalho, entre outros...


Por isso, aqui vão algumas dicas simples, para incorporar no nosso dia a dia e evitar esses sintomas:
1) Abaixe o volume dos fones de ouvido: o ideal é colocar o som na metade da graduação máxima do aparelho, para que possamos ouvir a música e os sons externos também.
2) Afaste-se da fonte sonora: quando frequentar bares, festas e shows, escolha um local longe dos autofalantes.
3) Dê descanso aos seus ouvidos: repouso auditivo é muito importante. A cada hora de uso do fone, para ao menos dez minutos para um descanso.

 

Caso algum sintoma permaneça, o fonoaudiólogo é o profissional capacitado para atuar na avaliação e na reabilitação da perda auditiva. 

 

Thamirez do Val - fonoaudióloga, especialista em Audiologia e Envelhecimento e saúde do idoso. Professora universitária e palestrante. Atua nas áreas de surdez e linguagem, estimulação precoce.

Instagram @fonofala

Compartilhar
Twitter
Please reload

ELIANE-site.jpg