© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil

SAÚDEnews | Arbovirose: Febre de Chikungunya

Arbovírus são vírus que podem ser transmitidos ao homem por vetores artrópodes, exemplos de doenças que podem ser causadas por esses virus: Dengue, Febre de chinkungunya, o Zika vírus e a Febre Amarela.A dengue, o chinkungunya e o zika vírus são transmitidos pelo mesmo vetor: o mosquito Aedes aegypti e apresentam sinais e sintomas semelhantes nas fases iniciais.Já conversamos sobre a Febre Amarela, hoje falaremos sobre a Febre Chikungunya.

 

Devido às diferenças sutis, o diagnóstico clínico pode ser difícil, porque as três doenças apresentam febre e diferentes combinações e intensidades de dores musculares e nas juntas, dor atrás dos olhos, sensação de prostração e falta de apetite. A dengue e o chikungunya possuem formas brandas que podem ser confundidas com o zika vírus, e vice-versa.

 

A Febre Chikungunya é uma doença transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus.  No Brasil, a circulação do vírus foi identificada pela primeira vez em 2014. A primeira epidemia documentada, na Tanzânia, localizada no leste da África, ocorreu entre 1952 e 1953. 

 

Doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya. Os sintomas iniciam entre dois e doze dias após a picada do mosquito. O mosquito adquire o vírus ao picar uma pessoa infectada, durante o período em que o vírus está presente no organismo infectado. Até 30% dos casos não apresentam sintomas, são chamados de assintomáticos.

 

A doença em fase aguda tem como principais sintomas: febre alta (acima de 39 graus) de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos, dedos, tornozelos e pulsos. Podem ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Esta fase dura de 3-10 dias. Após os primeiros dez dias, a maioria dos pacientes sente uma melhora no quadro geral e na dor articular.  A doença é considerada benigna e autolimitada, com os sinais e sintomas durando, em média, 2 a 7 dias. o início é mais agudo e a duração da febre é muito mais curta, quando comparada com à dengue. Temos o vírus do chikungunya e o mosquito transmissor circulando em várias regiões do Brasil.   

 

Após este período, uma recaída dos sinais pode ocorrer com o aparecimento de dores nas articulações novamente (fase subaguda).

 

Manchas na pele:

Se esse quadro (articular) persistir por mais de 3 meses, diz-se que a doença está em sua fase crônica, embora as pessoas possam se queixar de dor corporal difusa, a dor é muito mais pronunciada e localizada nas articulações e tendões.O chikungunya tem maior morbidade porque as dores nas juntas podem persistir por meses e até anos, o que pode acontecer em até 30% dos casos. 

 

Aedes aegypti:

Não existe vacina ou tratamento específico para Chikungunya. Depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida. Os sintomas são tratados com medicação para a febre (paracetamol) e as dores articulares (antiinflamatórios). Todos deverão ser prescritos pelo médico. Será realizada hidratação maior por via oral.

O diagnóstico é feito pelo médico baseado nos sintomas e em exames específicos.

 

CUIDADOS:

É fundamental que as pessoas reforcem as medidas de eliminação dos criadouros de mosquitos. Elas são exatamente as mesmas para o controle da dengue:

  • Não deixar acumular água em recipientes

  • Verificar se a caixa d´água está bem fechada

  • Não acumular vasilhames no quintal

  • Verificar se as calhas não estão entupidas

  • Colocar areia nos pratos dos vasos de planta.

  • Deve-se extinguir todo e qualquer tipo de reservatórios de água parada que possam servir como criadouro do mosquito.

  • Os reservatórios de água para consumo devem ser cobertos (utilizar telas ou capas), impedindo o acesso do vetor

  • É aconselhável a utilização de mosquiteiros e telas em portas e janelas, como medida adicional de proteção

  • A proteção individual por meio do uso de repelentes na pele exposta e nas roupas, e ainda utilizar roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia quando os mosquitos são mais ativos

  • Utilizar repelentes na dose descrita pelo fabricante, existem produtos que têm duração curta, sendo necessário reutilizar o produto várias vezes durante o diaGestantes precisam ser avaliadas criteriosamente (a doença pode ser transmitida ao feto) e pessoas com mais de 65 anos e com doenças crônicas (por maior risco de complicações).

Apesar de serem doenças diferentes, a forma de prevenção é a mesma: evitar a proliferação do mosquito, ou seja, erradicar locais de acúmulo de água parada!

 

A prevenção é a mesma para dengue, chikungunya e zika.

 

 

Compartilhar
Twitter
Please reload

ELIANE-site.jpg