top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Zona Oeste terá campanha de vacinação antirrábica em outubro e novembro

Ação começa no final de agoto e vai até novembro, atendendo grupos de bairros a cada data, até alcançar toda a cidade

No dia 27 de agosto, o Município do Rio dá início à Campanha de Vacinação Antirrábica com o objetivo de imunizar cães e gatos contra a raiva. A ação é realizada anualmente pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Instituto Municipal de Vigilância Sanitária, Vigilância de Zoonoses e de Inspeção Agropecuária (IVISA-Rio). Até o mês de novembro, a campanha acontecerá de forma escalonada, em cinco datas, sempre aos sábados, das 9h às 17h. Serão cerca de 700 postos de vacinação, entre unidades de saúde e escolas municipais, associações de moradores e postos volantes. Em cada uma das datas, serão contemplados grupos diferentes de bairros, a fim de alcançar todas as Áreas Programáticas do município.


O primeiro grupo a ser contemplado no dia 27 de agosto será na região do Centro, Ilha do Governador, Zona Sul e alguns bairros da Zona Norte. Serão cerca de 138 postos de vacinação nessas regiões para garantir a imunização dos bichinhos. Os endereços podem ser consultados no site do IVISA-Rio. Os demais grupos de bairros das zonas Norte e Oeste receberão a campanha nos dias 17 de setembro, 8 e 22 de outubro e 5 de novembro.


No ano passado, a campanha do município vacinou mais de 470 mil animais domésticos, entre cães e gatos, sendo esse o maior número desde 2010. Este ano, o IVISA-Rio estima vacinar cerca de 700 mil animais em todo o município. Para isso, as equipes de vacinação e apoio foram treinadas e orientadas ao longo dos últimos meses para atender à população nas datas da campanha. Vale lembrar que podem ser vacinados contra a raiva cães e gatos a partir dos três meses de idade e adultos saudáveis.


Raiva

Zoonose muito grave que acomete o sistema nervoso central dos mamíferos, a raiva é transmitida por meio de mordedura ou lambedura de animal doente, tendo como principal transmissor o morcego hematófago, que se alimenta do sangue desses animais. Nos cães e gatos a doença pode se manifestar de duas formas: furiosa, em que animal apresenta angústia, inquietação, excitação e agressividade; ou paralítica, sem manifestação de agressividade, apresentando sinais de paralisia que evoluem para a morte.


A vacinação contra a raiva é fundamental para a saúde dos animais e para o controle da raiva na cidade, que não registra casos da doença em animais domésticos desde 1995. Na cidade do Rio de Janeiro, a situação de raiva urbana encontra-se sob controle devido às campanhas de vacinação, que ocorrem anualmente no município, e às ações de vacinação rotineiras efetuadas pelo IVISA-Rio.

 

Torne-se um doar por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page