top of page
  • Foto do escritorGuilherme Sant'Anna - Psicólogo

PSICOnews | Psicoterapia online: quando a compreensão encurta as distâncias


Antes da pandemia da covid-19, já usávamos a internet para diversas atividades. Com o distanciamento físico, medida de controle do contágio do coronavírus, esse uso foi intensificado, com compras online, vídeo aulas, shows e psicoterapia online.


Como muitas outras atividades pela internet, essa possibilidade já existia antes, mas se tornou mais comum por conta das medidas preventivas na pandemia. O aumento na procura por terapia online veio acompanhado de dúvidas e, para responder a algumas delas, escrevi este texto.


Psicoterapia é um processo no qual se trata de questões psicológicas como ansiedade, depressão, problemas de relacionamento, etc. Existem várias abordagens, formas diferentes de fazer psicoterapia. Em grande parte delas, o mais central é a relação estabelecida entre psicoterapeuta e paciente/cliente. E essa relação pode se dar de variadas formas, individualmente ou em grupo, através da conversa ou com práticas mais corporais, de forma presencial ou online, etc.


É comum se pensar que no atendimento online há maior distanciamento entre as pessoas, por causa dos aparatos tecnológicos envolvidos, o que dificultaria o processo. No entanto, penso que distância e proximidade não têm a ver apenas com a geografia. Não é porque estamos perto ou longe de alguém que nos sentiremos próximos ou distantes. Quantas vezes não conversamos com alguém, lado a lado, e temos a sensação de não sermos ouvidos? E, por consequência, nos sentimos distantes desse alguém? Ou o contrário, como nos sentimos próximos ao falar com quem gostamos e temos afinidade, mesmo que esteja do outro lado do planeta? Sendo assim, a psicoterapia pode ser próxima, mesmo online, quando há uma escuta sem julgamentos, que busca compreender um sofrimento, acolhê-lo e propor reflexões.


Nossas questões psíquicas, temas de psicoterapia, não são problemas completamente objetivos, fechados em si, mas têm a ver com nossos modos de nos relacionarmos com os acontecimentos e pessoas. E esses modos aparecem não só no que falamos, mas na forma como falamos, nos movemos, nas relações com o próprio psicoterapeuta, enfim, em todas as relações da vida. Num atendimento online, também há espaço para que nossos modos de relação apareçam, e o trabalho do psicoterapeuta é apontá-los, para que se possa tomar conhecimento e buscar outros caminhos. Nesse processo, transformações podem acontecer e outras formas de lidar com um problema surgirem.


Por isso, se você passa por alguma situação ou momento difícil, a psicoterapia online pode ajudar, assim como a presencial, a compreender melhor o que acontece e a encontrar outros caminhos. Minha recomendação, para quem tem interesse em iniciar um processo psicoterapêutico, é procurar alguém com quem você sinta proximidade. Pode ser que isso se dê virtualmente, afinal, a compreensão tem mais poder de aproximar do que os quilômetros têm de afastar.

Guilherme Sant'Anna é psicólogo (CRP 05/57577) formado pela UERJ e atualmente cursa o mestrado em Psicologia Social nessa mesma universidade. Realiza atendimentos de psicoterapia online, você pode entrar em contato com ele pelos seguintes meios:

Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page