top of page
  • Foto do escritorDa Redação

ProconRJ interdita clínica de estética em Realengo por irregularidades

A fiscalização encontrou diversos produtos vencidos, falta de alvará de funcionamento e licença sanitária, além de uma máquina de bronzeamento proibida para uso estético


Uma clínica de estética, em Realengo, foi interditada pelo Procon-RJ nesta quarta-feira (27), durante ação conjunta com a 33ª DP. A proprietária do estabelecimento foi levada à delegacia para prestar esclarecimentos. Durante a fiscalização, os agentes flagraram diversos produtos vencidos, ou sem data especificada de vencimento/última manipulação, como creme redutor, ácido hialurônico e diluidor de enzima, para os quais ficou determinado o descarte ambientalmente adequado. 


Também foi encontrada uma máquina com lâmpada UV no local que, por representar risco à saúde do consumidor, foi interditada por medida cautelar até que se comprove a sua regularidade, sob pena de crime de desobediência. A resolução 56/2009 da Anvisa proíbe “em todo o território nacional a importação, recebimento em doação, aluguel, comercialização e o uso dos equipamentos para bronzeamento artificial, com finalidade estética.”


De acordo com os agentes não, não foi apresentada a licença sanitária do estabelecimento, nem alvará de funcionamento e, por isso, o local foi interditado pelo risco à saúde e segurança dos consumidores. 


O presidente do ProconRJ, Cássio Coelho, informa que o Procon-RJ vem fazendo regularmente fiscalizações em clínicas de estética para apurar se elas têm condições sanitárias ideais para o funcionamento, autorizações legais válidas, profissionais habilitados e produtos dentro do prazo de validade.


Coelho afirma ainda que esse trabalho é preventivo para que não ocorra danos à saúde e/ou fatalidades. O presidente da autarquia  reforça ser preciso que os consumidores entendam que procedimentos estéticos não podem ser feitos em qualquer lugar.

"As empresas e os profissionais precisam ser registrados nos órgãos competentes e habilitados para realizar esses tipos de procedimentos. É importante que o consumidor solicite que comprovem todas essas autorizações e pesquise a reputação da clínica junto a outros consumidores e nos respectivos conselhos profissionais", explica o presidente da autarquia. 


Como denunciar

O consumidor que desejar realizar denúncia ou reclamação contra clínicas de estética pode acessar o site do Procon-RJ: www.procon.rj.gov.br.


O Procon não informou o nome da empresa, mas o espaço está aberto para que possa se manifestar sobre a operação.

 

Torne-se um doador por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no canal NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Whatsapp - clique AQUI

Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page