top of page
  • Foto do escritorAlexandre Madruga

Prefeitura realiza reunião com empresa de obra no Catonho e Associação de Moradores de Sulacap

Após diversas denúncias de crime ambiental e os vários boatos do que seria construído no local, a Suborefeitura da Grande Bangu agendou reunião no Centro Cultural Jardim Sulacap na manhã dessa quinta-feira (27), com a Associação de Moradores do bairro (Amisul) e os proprietários da empresa que realiza obra na Estrada do Catonho ao lado do Rancho das Morangas. Também estiveram presentes a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) e a Gerência Executiva Local de Jardim Sulacap e Magalhães Bastos. A FB Demolições e Terraplanagem comprou o terreno onde ficava o antigo Kabana Catonho, num total de três lotes, que abrange do posto de combustível até o restaurante. Segundo Fabrício Muzi e Felipe Barbosa, proprietários da empresa, o local será usado apenas como base operacional e de manutenção dos caminhões da companhia. O terreno foi comprado em novembro do ano passado e está passando por readequações, para garantir a segurança de todos equipamentos e funcionários da empresa.

Segundo Fernando Cappella, representante da SMMA, houve operação de fiscalização no local que paralisou a obra até que a empresa apresentasse todas as documentações. Após esse encontro, a SMMA multou a empresa em R$ 5 mil (por crimes ambientais que já existiam no terreno antes da compra), determinou recuperação ambiental (parte que fica no corte do morro nos fundos) e regularização da atividade da empresa junto aos órgãos competentes. A FB comunicou que o calçamento em frente a todo terreno será recuperado e já contratou engenheiro ambiental para que todas as medidas necessárias no terreno sejam tomadas, com aprovação da prefeitura e do governo do estado, uma vez que parte do terreno está junto a Área de Preservação Ambiental do Parque Estadual da Pedra Branca.

Emilson Moreira, presidente da Amisul, reforçou a preocupação ambiental com o uso do terreno e pediu aos proprietários da FB acesso ao local para acompanhar a recuperação e manutenção, o que foi prontamente autorizado pelos proprietários.


Robson Chocolate, Subprefeito da Grande Bangu, agendou e coordenou a reunião e ressaltou a preocupação na utilização e fiscalização de obras em áreas de preservação ambiental, que reforçará a atuação municipal em toda Estrada do Catonho, para que todos problemas sejam resolvidos.


Após os inumeros boatos do que seria construído no local, os moradores devem seguir alertas e atentos, mas ao menos nessa parte da Estrada do Catonho, o problema parece estar resolvido.


Confira fotos de todo terreno na parte interior:

 

Torne-se um doador por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no canal NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Whatsapp - clique AQUI

Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page