top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Prefeitura do Rio suspende vacinação de primeira dose por faltas de imunizantes contra a Covid-19

Eduardo Paes cobra o Ministério da Saúde por ter recebido milhões de doses e estar demorando a fazer o repasse

A prefeitura do Rio anunciou esta tarde (23) que suspendeu a vacinação de primeira dose por faltas de vacinas contra a Covid-19. A vacinação da segunda dose está garantida e seguirá a data prevista.


A Secretaria Municipal de Saúde realizou o comunicado:

A partir de hoje, 23/07, o município do Rio de Janeiro vai aplicar somente a 2ª dose da vacina, conforme data marcada no comprovante, ficando suspensa a aplicação de 1ª dose, até recebermos novas doses do Ministério da Saúde. A medida visa garantir a aplicação da 2ª dose.

Mais cedo o prefeito Eduardo Paes usou as redes sociais para cobrar do Ministério da Saúde o rápido envio de 7,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 que estariam paradas sob posse da pasta. Segundo Paes, apesar de o Ministério ter divulgado o recebimento nas redes sociais, ainda não há data para que as doses sejam entregues e isso poderá atrasar o calendário de vacinação da cidade.


Com a paralisação da vacinação, espera-se que haja um atraso no calendário proposto para prefeitura nas últimas semanas, que previa a vacinação de toda a população adulta com a primeira dose até a metade de agosto. O Ministério da Saúde ainda não se pronunciou a respeito da acusação de não distribuição.

Comentarios


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page