top of page
  • Foto do escritorAlexandre Madruga

Moradores de rua em Magalhães Bastos ficaram mais de 56h sem energia e Light resolve problema com "paliativo"

Consessionária promete resolver problema, em definitivo, o mais breve possível


Sem luz desde início da semana, moradores da Rua Engenheiro Engenheiro Trajano de Medeiros, em Magalhães Bastos, realizaram protestos na Transolímpica e Rua Almeida e Souza, nessa quarta (17) e quinta (18), por conta dos dias sem fornecimento de energia elétrica. Vias foram fechadas com pneus em resposta ao não atendimento da Light, que somente ocorreu no início da noite dessa quinta-feira (18). Por causa do temporal que atingiu a região, aliado a alta do consumo de eletricidade devido ao forte calor, um dos transformadores que atende o local parou de funcioncar desde início da semana, e o descaso da concessionária de energia revoltou a todos.


Michelle Santana foi a moradora de Magalhães Bastos que fez contato com a redação do Sulacap News, para que cobrassemos da Light o atendimento devido. Ela relatou que a concessionária desdenhou de quem morava na região.

"Uma equipe veio e disse que não era com eles, e sim outra equipe. Depois disseram que a gente era de classe média e não era prioridade. Mais de 56h sem energia, com pessoas acamadas, idosos, crianças especiais sem nenhuma luz por dias. Um desrespeito com a gente que só conseguiu ser atendido depois que começamos a nos manifestar. Sentamos no meio da rua, para chamar atenção de todos do nosso problema", relatou ela.

A Light foi questionada e cobrada, em tempo real, pela nossa reportagem que acompanhou a manifestação dessa quinta-feira (18). Segundo a concessionária, uma equipe técnica estava sendo direcionada ao local. Pouco antes das 18h, a equipe chegou e resolveu o problema. Moradores reclamaram que os técnicos no local, informaram que a manutenção foi "paliativa", pois o problema era mais complicado. O transformador com problema, que mostra vazamento de algum tipo de óleo, fica na Rua Engenheiro Trajano de Medeiros, em frente ao número 121. Mais um vez, pedimos a Light um posicionamento e ela informou o defeito foi detectado e já tem ordem para a manutenção realizar os reparos o mais breve possível.


Várias localidades pelo Rio estão reclamando da Light e de dias sem energia. Segundo a concessionária, no verão, a empresa conta com até 1.400 equipes que são mobilizadas para situações emergenciais, mantendo o atendimento 24 horas em todos os dias da semana.

"Em momentos de ondas de calor, como a que atinge o Rio, há um drástico aumento no consumo de energia, como por exemplo pelo uso intenso e prolongado de aparelhos de ar-condicionado. Isto pode ocasionar falta de energia elétrica ou picos de energia em diferentes pontos da cidade, em função dos "gatos" de enegia. Isto porque os transformadores são configurados e instalados para atender o número de clientes que a concessionária tem cadastrados. Mas, em muitos lugares, o volume de ligações clandestinas é até 5 vezes superior à demanda nominal do transformador, o que sobrecarrega e danifica o equipamento.Para se ter uma ideia deste desafio, a cada 10 clientes regulares da Light, há outros seis que furtam energia", finaliza a nota enviada pela Light.
 

Torne-se um doador por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no canal NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Whatsapp - clique AQUI

Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page