top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Madureira ganhará ecoponto embaixo do Viaduto Negrão de Lima, nessa quinta (30)

Comlurb tem incentivado que os moradores façam a separação de resíduos potencialmente recicláveis

Será posto em operação nesta quinta-feira (30), a partir das 10h, o terceiro ecoponto implementado pela Comlurb em 2022, desta vez em Madureira, dentro da gerência da Comlurb no bairro, embaixo do Viaduto Negrão de Lima. A população local vai dispor de uma caixa compactadora de 15m³ para acondicionamento de resíduos domiciliares comuns, e duas caixas estacionárias de 5m³ para receber entulho, bens inservíveis - como móveis e eletrodomésticos - e galhadas.

A companhia tem incentivado que os moradores façam a separação de resíduos potencialmente recicláveis em casa, como plástico, vidro, embalagens de papel, entre outros itens. Para garantir o destino correto, o ecoponto contará com quatro ecobags exclusivos para receber esse tipo de material, que será entregue aos caminhões da coleta seletiva da Companhia, com a certeza de que chegarão a cooperativas de catadores cadastradas na Comlurb, que farão a comercialização com empresas recicladoras, gerando emprego e renda aos cooperativados.

"A Comlurb está empenhada em reformar e implantar novos ecopontos em diversas regiões da cidade, especialmente em áreas mais críticas de descarte irregular, garantindo que locais antes degradados passem a contar com pontos ordenados de descarte, com remoção regular pelos caminhões da Companhia. A previsão é que até o fim do ano mais de 20 ecopontos sejam finalizados", informou a companhia de limpeza.

Os ecopontos ficam estrategicamente localizados nas comunidades e proximidades, e são locais de entrega voluntária de pequenos volumes de entulho, bens inservíveis (móveis, sofás, eletrodomésticos, etc.) e galhadas. Nessas estruturas o cidadão pode dispor o resíduo gratuitamente em caçambas distintas para cada tipo de material. Por isso, os ecopontos são fundamentais para a ordenação dos resíduos, controle de vetores e melhoria da saúde pública, de forma a evitar disposições irregulares, como em pontos críticos.

 

O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page