top of page
  • Foto do escritorPriscila Batista Arcanjo

LITERATURAnews | O amor está no ar


No dia 14 de fevereiro é comemorado o Dia do Amor. O amor pode se manifestar de várias formas: o amor romântico, ultrarromântico, subversivo, entre parentes ou amigos. Enfim, o amor é um sentimento que envolve vários outros sentimentos e que possui o poder de nos transformar em pessoas melhores. Já que o amor está no ar neste mês de fevereiro, vamos a uma das criações artísticas que melhor traduz este sentimento na música Monte Castelo do Legião Urbana. A letra desta música retrata o diálogo intertextual entre a passagem bíblica do Apóstolo Paulo e o soneto de Luís Vaz de Camões, além do uso de paráfrase para alcançar a mensagem pretendida por Renato Russo. Já o nome da música se refere à Batalha de Monte Castelo que teve a participação dos soldados brasileiros no final da 2ª Guerra Mundial.

Ainda que eu falasse A língua dos homens E falasse a língua dos anjos Sem amor eu nada seria


É só o amor! É só o amor Que conhece o que é verdade O amor é bom, não quer o mal Não sente inveja ou se envaidece


O amor é o fogo que arde sem se ver É ferida que dói e não se sente É um contentamento descontente É dor que desatina sem doer


Ainda que eu falasse A língua dos homens E falasse a língua dos anjos Sem amor eu nada seria


É um não querer mais que bem querer É solitário andar por entre a gente É um não contentar-se de contente É cuidar que se ganha em se perder


É um estar-se preso por vontade É servir a quem vence, o vencedor É um ter com quem nos mata a lealdade Tão contrário a si é o mesmo amor


Estou acordado e todos dormem Todos dormem, todos dormem Agora vejo em parte Mas então veremos face a face


É só o amor! É só o amor Que conhece o que é verdade


Ainda que eu falasse A língua dos homens E falasse a língua dos anjos Sem amor eu nada seria

Que esta música nos faça refletir sobre a importância e o significado do amor em nossas vidas, pois muitas vezes amamos de forma fragmentada e subjugada aos nossos próprios interesses.


O verdadeiro amor não seria aquele amor que ama mesmo sem ser amado? Aquele que não precisaria ser amado para existir? Aquele que é incondicional assim como Jesus nos ensinou?


Talvez não seja possível definir o que é o amor, mas ele seja capaz de transcender todas as barreiras impostas pelas paixões humanas e nos envolver com uma capacidade incondicional de amar. Com isso termos entendimento, ao invés de fazermos julgamento, para a verdadeira compreensão e compaixão por nós mesmos e pelos outros. Além disso, para nos libertar e nos iluminar para a verdade que só o amor pode nos livrar de todo o mal.

Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page