top of page
  • Foto do escritorPedro Nascimento

Lamsa confirma retorno da cobrança no pedágio da Linha Amarela, após decisão judicial

A decisão do STF ameniza o embate entre a empresa que administra a via expressa e a Prefeitura do Rio

A Lamsa, empresa que administra a Linha Amarela, informou no início da noite desta quarta-feira (07/04) que aceitou a proposta encaminhada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, em audiência realizada no último na última segunda-feira (05). Com a decisão, a concessionária restabelecerá a cobrança do pedágio, a partir da 0h desta sexta-feira (09/04), com tarifa provisória de R$4.


O valor de R$ 4, foi sugerido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, durante audiência de conciliação entre a empresa e a Prefeitura do Rio nesta segunda-feira


Com a decisão encerra-se, por hora, o embate entre a concessionária e a Prefeitura do Rio sobre o valor que seria cobrado numa das principais vias expressas da cidade, que liga as zonas Norte e Oeste da Capital Fluminense.


A batalha perdura desde setembro do ano passado, quando a empresa anunciou que retomaria o pedágio no valor de R$ 7,20. Porém, a Prefeitura do Rio publicou um decreto suspendendo a cobrança “até que haja decisão judicial” em audiência de conciliação ou decisão do plenário do STF.

Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page