top of page
  • Foto do escritorLeonardo Gomes (estagiário)

John Kennedy e Cano brilham, Flu bate o Inter de virada e está na final da Libertadores após 15 anos

Tricolor cresce no segundo tempo, conquista virada épica e está de volta a final da Libertadores

Na noite desta quarta-feira (04), Internacional e Fluminense se enfrentaram pelo jogo de volta das semifinais da Libertadores, com o empate em 2x2 no jogo de ida no Maracanã, qualquer empate levaria para os pênaltis e quem vencesse o jogo estaria classificado para a final, ou seja, o confronto estava completamente aberto.


O 2x2 do jogo de ida obviamente foi melhor para o Inter, pois ia decidir a vaga em casa diante de seus torcedores e só precisava de uma vitória simples para ir a final. O Colorado começou o jogo voando e em cima do Flu e logo no início da partida abriu o placar, o zagueiro Gabriel Mercado fez de cabeça e explodiu o Beira-Rio, com o resultado parcial de 1x0, o Inter estava classificado para a final.

O primeiro tempo foi de domínio dos colorados, embora não tivesse muitas chances claras, o Inter era quem chegava mais próximo do gol, mesmo já vencendo a partida. O placar de 1x0 no fim da primeira etapa foi justo pelo que se apresentava o jogo, o Inter superior e o Flu sem criar praticamente nada.


Voltando para o segundo tempo tudo muda, o Flu fica mais com a bola e começa a ter domínio territorial da partida, embora não tivesse criado chances claras de gol e o Internacional se retraiu em busca de um contra-ataque, para matar a decisão. O Inter só precisava de uma bola, a do 2x0 para matar a classificação, desafogar a torcida e confirmar a classificação.


E essa bola apareceu, não só uma vez, mas 3 VEZES com o atacante Enner Valência. O equatoriano teve 3 chances claras de gol de matar a decisão, a última inclusive já perto dos 35 do segundo tempo, de cara a cara com o goleiro Fábio. Perdeu os 3 gols e manteve o Flu no jogo, o futebol e a sua velha máxima, quem não faz, leva. Já depois dos 40 minutos do segundo tempo, John Kennedy em lindo passe de Cano, finalizou com categoria e empatou a decisão.

A essa altura do jogo, todos já esperavam que a decisão fosse para os pênaltis, o próprio Diniz, depois do empate, colocou um zagueiro imaginando que o Inter viria para o abafa final. Mas, em linda trama ofensiva, John Kennedy ajeita de calcanhar com maestria e o artilheiro German Cano vira o jogo para o Tricolor.


Foi uma epopeia, foi épico, como no primeiro jogo em que o Inter vencia por 2x1 e o Flu buscou o empate com menos 1 em campo. O Colorado teve muitas chances de matar, rodar a faca, tanto na ida, quanto na volta, mas foi incompetente e bola pune. O Tricolor mereceu, a sua torcida mereceu, 15 anos depois um reencontro com a final, novamente no Maracanã para um acerto de contas. Como diz a canção que ecoa as arquibancadas: Chegou a hora, vamos ganhar a libertadores.


Imagens: Twitter oficial do Fluminense

E-mail para contato: leogomessilva0@gmail.com

 

Torne-se um doador por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


コメント


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page