top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Hospital público em Realengo usa método para relaxar gestante, estimular contrações e aliviar dor

Os benefícios da cromoterapia no trabalho de parte

Foi à meia luz, sob um tom suave e tranquilizante de azul, que Simone deu à luz sua primeira filha, a pequena Noah. Ocorrido no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, todo o trabalho de parto contou com a cromoterapia para acalmar a gestante e ajudá-la em um dos momentos mais emocionantes da sua vida. Além de proporcionar um ambiente acolhedor e relaxante, a técnica usada na unidade é indicada para estimular as contrações e até aliviar as dores.

“Há seis meses vivi a experiência mais incrível da minha vida e queria deixar registrado para que essa memória nunca se perca e para compartilhar com quem tiver curiosidade. Encontrei a enfermeira obstetra certa e uma rede de apoio ao parto que foi fundamental. O ambiente sob penumbra e com cromoterapia foi tudo para mim, calmo e relaxante. Melhor experiência que tive na minha vida!”, conta Simone Lima da Silva, de 33 anos, mãe da pequena Noah, hoje com sete meses.

A criança veio ao mundo no dia 26 de setembro de 2022, com o auxílio da enfermeira obstetra Maria Alice Carvalho.

“Conheci a Simone e seu marido na sala de parto, lembro-me bem do quarto em que ela estava. Ao abordá-la junto com a residente Bruna, a Simone e seu acompanhante foram super-receptivos e mesmo com todas as dúvidas e medo, sabiam muito bem o que queriam para aquele momento, para receber sua primeira filha com todo amor”, recorda Maria Alice, que ouviu a paciente e a orientou sobre o trabalho de parto, as tecnologias não farmacológicas para o alívio da dor e as fases daquele momento.

Além da cromoterapia associada à penumbra, a equipe providenciou uma música ambiente relaxante.

“Tentamos deixá-la à vontade, para que ela encontrasse posições que favorecessem o conforto, direcionando sempre para a sua evolução e do seu bebê”, completa a enfermeira.

Aprovada pela OMS e incluída na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, a cromoterapia, também chamada de terapia das cores, procura estabelecer e restaurar o equilíbrio físico e energético, promovendo a harmonia entre corpo, mente e emoções.


O poder de cada cor

No trabalho de parto, essa prática terapêutica milenar é uma grande aliada em todas as fases, e a escolha das cores dependerá do estado de cada paciente. O vermelho é indicado para estimular as contrações e o amarelo, para diminuir enjoos. O verde é muito indicado para acalmar a gestante, sem desacelerar o processo. Já o azul reduz a percepção da dor (efeito analgésico) e a pressão arterial, diminui o ritmo respiratório e inibe a descarga de adrenalina, enquanto o laranja melhora o humor.


Os efeitos das cores são explicados como resultado das mudanças que elas provocam no sistema nervoso. O estímulo colorido, depois de captado pelos olhos, é conduzido ao cérebro e ali produz transformações bioquímicas que resultam em sensações psíquicas e somáticas.


Fotos: Arquivos de Família

 

Torne-se um doador por apenas R$ 1 por mês. Nos ajude a manter vivo o jornalismo local. Mais informações de como fazer a doação, clique AQUI.


O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page