• Alexandre Madruga

Empresário de Sulacap evita falência postando vídeos engraçados e estilizados nas redes sociais

Com duas lojas na Zona Oeste, a internet salvou empreendimentos e ainda aumentou os negócios

Patrick Gonçalves de Oliveira, depois de quase perder duas lojas, uma em Bangu e outra na Sulacap, no segmento de segurança eletrônica, computação e games, se reinventa e vira sucesso na internet, através de vídeos engraçados e interessantes, buscando o interesse de internautas aficionados em games retrô, além de preços diferenciados, fazendo parcerias. Quando adolescente amava games e computador, os quais aprendeu a mexer sem que ninguém ensinasse. Com 14 anos já trabalhava numa loja, no centro de Realengo. Fez um curso para se aperfeiçoar e passou a trabalhar exclusivamente com manutenção de computador e notebook. Já tinha em mente, um dia ter sua própria loja no segmento, já tinha até o nome, Syncro Seg. Atualmente o empresário é conhecido como Patrick Syncroseg.

Vendo a tendência futura da segurança própria de empresas, comércio e até residências do carioca, se diplomou num curso técnico na área de segurança eletrônica, câmeras, cercas elétricas, portões e porteiros eletrônicos. Isso em 2009. Em 2010, já prestava serviços na área, - e mesmo sem uma loja física, atendia diversas lojas, condomínios e residências, com venda, instalação e manutenção dos equipamentos. No início, era ele e mais um ajudante, passou para dois e três.


Em 2012, passa a existir a loja física, na Av. Marechal Fontenelle, 4619 loja A, Jardim Sulacap, com acessórios de Informática, segurança eletrônica, consertos de computadores, notebook, celulares, recarga para cartuchos de impressora e games.

Até o ano de 2015, o balanço da empresa era estável. Mas o cenário mudou, com uma queda brusca nas vendas e serviços, quase foi à falência. A internet abarrotada de ofertas no mesmo segmento, mas com serviços sem tanta qualidade. Isso fez com que o microempreendedor apostasse mais nos games. “Sempre gostei de games e muito fã de jogos retro. No ano de 2016 comecei a trabalhar na montagem de controles de fliperamas, para ligar direto no computador. As vendas nesse segmento começaram a prosperar”, conta o empresário.


Daí por diante se aperfeiçoou em materiais e componentes para jogos, melhorando os equipamentos fabricados por ele mesmo. Hoje a Syncro Seg vende o seu exclusivo, RETRO ULTRA BOX, um console com diversos jogos, que eram febre nos anos 80 e 90, inserindo jogos atuais. Isso despertou a atenção cada vez maior de compradores, de crianças, adolescentes e jovens, a pais nostálgicos dos antigos jogos.

O mundo muda a todo o momento e para estar bem inserido nele é preciso renovar. Esta foi à tática da Syncro Seg, buscar por produtos que realmente as pessoas utilizam no dia-a-dia e no segmento de games, que só cresce. “A melhor estratégia é trabalhar com algo que você goste. Isso é fundamental para que você entenda o que o seu cliente, o comprador quer. Se não queria, passa a querer”. Explica Patrick.

Ano passado abriu uma filial, dentro do Centro Comercial de Bangu (CCB). Por estar num ponto estratégico, os produtos saiam em maior volume. Os módulos e o mini fliperama passaram a fazer mais sucesso ainda, no final do ano. Caiu um pouco após as festividades, mas se mantinham. No CCB, as saídas de assessórios continuavam como sempre, mas com a pandemia, teve que ser fechada. Foram três meses sem receita, acumulando dívidas, enquanto a loja do Jardim Sulacap, continuou somente com delivery.

Para movimentar as vendas, surgiu a ideia dos games personalizados, além dos comuns, o cliente podendo escolher um game retro, com sua foto ou de quem quisesse presentear. O módulo oferecendo saídas para ligar na TV e monitores. Com destaque para resolução, som e o designer estilizado.


O próprio empresário começou a divulgar nas redes sociais da loja, stories, buscando uma pegada mais engraçada, vídeos descontraídos, mostrando os designers dos jogos expostos na loja e decoração com personagens dos jogos. Logo atraiu a atenção de muitas pessoas, inclusive de influenciadores, youtubers, cantores e até artistas. Quem comprava, postava em suas redes sociais e tirava foto, para por nas redes da loja. Toda equipe criando vídeos para chamar atenção de compradores on line.

E deu certo, esse foi o melhor caminho. Com essa atenção, conseguiram efetuar vendas e parceria com alguns famosos como: Nego do Borel, que navegando atrás de uma loja que vendesse o que ele queria, encontrou a Syncro Seg, comprou e ainda fez parcerias. O ator, cantor e também ex bbb 20, Babu. O humorista do Parafernalha e youtuber, Cezar Maracujá, Rafael Portugal, um dos mais conhecidos humoristas da atualidade, que ganhou grande destaque ao participar do Quadro CAT no Big Brother Brasil 20, também foi outro que adquiriu o game, e detalhe, a loja fica perto de onde ele foi criado. O Dj de Funk Gabriel Do Borel, o influenciador Raphael Ghanem, além de *Edu Primitivo*, entre muitos outros.

“Eu resolvi aproveitar o máximo às redes sociais e isso me ajudou muito. Sempre procurei ser diferente, oferecer um diferencial na SYNCRO SEG, atender com satisfação e transparência, sempre postando fotos de clientes satisfeitos, vídeos de clientes nos pós venda, eles gostam disso. Terem informações reais dos produtos e o nosso esforço em oferecer o melhor. Nosso sucesso é por isso. Agradeço a Deus todos os dias”. Dá a dica o empresário.

O faturamento da Syncro Seg do Jardim Sulacap aumentou em 60%, conseguindo manter a equipe que estava antes da pandemia acontecer, pagar a outra loja fechada, não ficar no vermelho e não só lucrar, mas mudar para uma loja bem maior na Sulacap.


Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil