top of page
  • Foto do escritorDa Redação

Apoio psicológico gratuito por centro universitário da Zona Oeste

Atendimentos são feitos em grupos, com encontros semanais e inscrições vão até o dia 10/04

O Grupo Reflexivo de Apoio Psicológico (GRAPs) é uma iniciativa organizada por estagiários e estagiárias do Serviço de Psicologia Aplicada da Clínica Escola do Centro Universitário IBMR, ativo desde o ano passado. Neste semestre, o foco dos acolhimentos é a comunidade acadêmica: estudantes com deficiência; bolsistas do ProUni; formandos e mães universitárias, além de pessoas que buscam assistência psicológica para parentalidades atípicas e luto. Para participar é preciso realizar inscrição gratuita, no site do IBMR, até o dia 10 de abril: https://linktr.ee/ibmr.


O grupo é supervisionado por Melissa Pereira, psicóloga e professora do Centro Universitário. Ela conta que a iniciativa surgiu com o objetivo de ofertar apoio psicológico aos trabalhadores da área da saúde, que estavam na linha de frente do enfrentamento à Covid-19.

“À época, identificamos duas demandas: a primeira, diz respeito à formação dos alunos e alunas do IBMR, no que tange aos trabalhos de apoio em grupos e no aprofundamento do aprendizado de acolhimento pela modalidade on-line. A segunda, o viés social. Precisávamos cuidar de quem estava cuidando de toda a população, em um momento tão crítico, com sobrecarga de trabalho e tantos outros desafios profissionais e pessoais”, pondera.

O grupo, que hoje conta com 45 estudantes, atendeu pessoas de todo o país, já nos primeiros meses de atuação. No segundo semestre de 2021, o trabalho foi expandido para outros grupos que ficaram bastante vulneráveis em virtude da pandemia, como professores da educação básica; mães e puérperas; cuidadores profissionais e familiares de idosos; além de grupos abertos.

“Até aqui, a iniciativa atendeu uma média de 100 pessoas, no formato on-line. Todos os atendidos passaram por um processo inicial de acolhimento individual, inserção no grupo e pela finalização individual que contempla possíveis encaminhamentos posteriores para psicoterapias e acompanhamento na rede pública de saúde, de assistência ou justiça”, destaca Melissa.

De acordo com a supervisora, o papel desempenhado pelo GRAPsi é o de “abertura de cuidado”.

“Há muitos recursos que podem ser acessados depois que as pessoas integram nossos grupos.”

Dedicação ao público universitário e à população

Neste semestre, chegou a vez de a comunidade acadêmica ser contemplada pelos acolhimentos do GRAPsi do IBMR.

“Voltamos nossa atenção a esse público, mas mantivemos os ‘grupos abertos’ para receber a população em geral. Os atendimentos serão realizados de forma on-line e presencial. Nossa ideia é oferecer uma rede de suporte e apoio coletivo para todos”, ressalta Melissa.

Hoje, o GRAPsi atende a 11 grupos específicos.

“São realizados de 8 a 10 encontros, sempre grupais. Usamos metodologias disparadoras: provocações e dinâmicas que podem trazer temas especiais para o coletivo, lembrando que cada indivíduo é autônomo no seu tratamento terapêutico. Os acolhimentos contam também com até três encontros individuais”, explica a psicóloga.

Sobre a atuação em grupos, Melissa diz que o acolhimento se dá pela compreensão de que o compartilhamento coletivo oferece suporte diferenciado, quando comparado ao atendimento individualizado.

“Entendemos que em momentos de crise, estar em grupo faz a diferença. Essa é a nossa aposta! Esperamos que o GRAPsi, com todos os esforços concentrados das equipes envolvidas, se configure em um projeto vivo, que siga crescendo a cada semestre com novos alcances.”

IBMR Campus Barra: Av. das Américas 2603, na Barra da Tijuca, em frente à estação de BRT Afrânio Costa.

 

O Sulacap News também está no Facebook, Instagram e Twitter. Se quiser receber notícias em primeira mão, basta ingressar no grupo NOTÍCIAS DO SULACAP NEWS. Para se cadastrar, basta acessar os link abaixo:


Comments


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

PSS - banners sulacap-06.png
bottom of page