• Alexandre Madruga

Prefeitura leva serviços do "Cuidar da Cidade" pela primeira vem a Bangu


Programa de zeladoria chega à 22ª edição com mais de 18 mil ações realizadas a partir de demandas pelo 1746

A prefeitura do Rio levou nesta quinta-feira (01), o programa Cuidar da Cidade pela primeira vez a Bangu, na Zona Oeste. O bairro é o mais populoso do município. Criado em janeiro, o mutirão de zeladoria já realizou, em diferentes pontos de todas as regiões da cidade, mais de 18 mil ações, a partir de demandas da população à Central 1746. São serviços diversos, como poda de árvores, conserto de calçadas, melhoria de sinalização, troca de iluminação pública e limpeza de bueiros. Nesta edição, em Bangu, foram registrados 752 chamados por telefone, para atendimentos diversos, sem contar os que surgem durante as ações. Quase a metade relativa à recuperação da pavimentação asfáltica e calçadas, em mais de 100 ruas e avenidas. "Hoje nós estamos fazendo o Cuidar da Cidade, o meu bairro mais bonito, aqui em Bangu. Temos quase 800 pedidos (da população) na Central 1746, sendo que 300 deles são para ruas e calçadas, que precisam de reparos. Também estão sendo feitas trocas de luminárias, de lâmpadas e de postes. E temos ainda 130 podas de árvores programadas. Vamos passar alguns dias, uma semana, para finalizar esses serviços. Vão ficar aqui a Rioluz, a Secretaria Conservação, Parques e Jardins, CET-Rio e depois nós teremos um bairro muito mais bonito", explicou o prefeito Marcelo Crivella, que pediu um pouco de paciência aos moradores e motoristas, porque a CET-Rio vai reforçar a pintura da sinalização das ruas.

O serralheiro Carlos Evangelista dos Santos, de 75 anos, que mora há 40 anos no bairro, disse que as ações da Prefeitura chegaram "em boa hora". "Bangu precisava dessa atenção especial. A população agradece - afirmou Evangelista, elogiando sobretudo a operação tapa-buracos e a vacinação contra a raiva em animais".

A recuperação do piso nas calçadas, em pedras portuguesas, foi comemorada pela moradora Sônia Maria da Cunha, de 73 anos. "As falhas nesse tipo de calçamento eram um perigo para os moradores, principalmente os mais idosos".

O Cuidar da Cidade estabelece um calendário de ações que mobiliza órgãos municipais como Secretaria de Conservação (Seconserva), Saúde e Educação; Comlurb; Rioluz; Fundação Parques e Jardins; CET-Rio; Vigilância Sanitária; e Guarda Municipal, entre outros. Em julho, Crivella anunciou investimentos de R$ 100 milhões para a frente emergencial do Cuidar da Cidade, que será ampliado. Nesse pacote, serão tapados 250 mil buracos e aumentada a capacidade de trabalho da Seconserva, com 1.284 equipes nas ruas.

Praça ganhará cascata de flores

Durante a visita ao bairro, o Prefeito determinou ao secretário de Infraestrutura e Habitação, Sebastião Bruno, a revitalização da Praça da Fé, em frente à Paróquia de São Sebastião e Santa Cecília, onde um antigo chafariz, ganhará grama e uma cascata de flores. "É uma solução fácil, bonita, rápida, barata, e que vai evitar criadouros do mosquito da dengue", comentou Bruno.

Criado pelo prefeito e desenvolvido pela Secretaria Municipal da Casa Civil, em conjunto com o Centro de Operações Rio (COR) e a Central 1746, o programa Cuidar da Cidade já passou pelos seguintes locais da Zona Oeste:

- Padre Miguel

- Santa Cruz

- Campo Grande

- Cidade de Deus

- Inhoaíba

- Campo Grande / Conjunto da Marinha

- Vila Valqueire

- Pechincha

- Paciência

- Anil


Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil