• Alexandre Madruga

Força-tarefa fiscaliza 75 estabelecimentos e ambulantes em Madureira


Ação que entra em seu segundo dia removeu, ontem, sete toneladas de lixo, oito pontos de furto de energia e uma ligação clandestina de água O primeiro dia de ação da força-tarefa de ordenamento da Prefeitura do Rio para implantação do programa Ambulante Legal em Madureira, na Zona Norte, resultou na fiscalização de 75 estabelecimentos e ambulantes nesta segunda-feira, 11. Somente a Vigilância Sanitária, um dos 12 órgãos envolvidos na ação, inspecionou 60 estabelecimentos e interditou dois deles. Também foram abordadas quatro pessoas em situação de rua, e removidos sete toneladas de lixo, oito pontos de furtos de energia e uma ligação clandestina de água. A administração regional acionou a Polícia Civil para remover um veículo roubado. As ações integradas pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) continuam nesta terça-feira, 12, na região do Mercadão de Madureira, na Avenida Ministro Edgard Romero, e seguem por tempo indeterminado, avançando gradativamente para outros trechos. 

Comércio Ambulante - A Coordenadoria de Controle Urbano (CCU), ligada à Secretaria Municipal de Fazenda, removeu um salão de beleza ao ar livre e um balcão que servia de bar com uso irregular de água na Praça Compositor João Nogueira. Na extensão da Avenida Edgar Romero, foram fiscalizados quatro ambulantes, quatro bancas de jornal, removidas 15 faixas de propagandas, um cartaz fixo e um telhado. Foram descartados ainda 10 quilos de peixes e alimentos impróprios para o consumo e retiradas cinco barracas em péssimo estado de conservação. Vigilância Sanitária - A Subsecretaria Municipal de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa) inspecionou 60 estabelecimentos, interditando dois deles, um por ausência de exaustão e outro por total falta de higiene. Nas vistorias, os técnicos aplicaram nove infrações, inutilizaram cinco quilos de alimentos impróprios ao consumo (salsichas e linguiças calabresas com prazo de validade vencido) e emitiram 11 termos de intimação, com exigências a serem cumpridas em prazos estabelecidos. 

Integração - Ao todo, participaram da operação, nesta segunda-feira, 11, efetivos da Subsecretaria de Operações (Subop), Guarda Municipal (GM-Rio) e Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC), ligadas à Seop; Subvisa; CCU; Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH); Rioluz; Superintendência e Administração Regional de Madureira; Comlurb; Cedae; e do 9° BPM. 

Força-tarefa - Implantada há três meses, a força-tarefa de ordenamento urbano da Prefeitura integrada pela Seop começou pelo calçadão de Bangu no dia 5 de novembro, seguindo para o calçadão de Campo Grande (27 de novembro) e Santa Cruz (16 de janeiro), fiscalizando pontos de desordem nos corredores de maior movimento e promovendo o reassentamento de 600 ambulantes: 180 em Bangu, 250 em Campo Grande e 170 em Santa Cruz. Em Madureira, o objetivo é ampliar em 70% o número de camelôs regularizados - das atuais 880 para 1.500 vagas.  


Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil