Buscar
  • Leandro Borges - Fisioterapeuta

FISIOnews | Entenda sobre as fraturas ósseas


O corpo humano de um adulto possui 206 ossos e o recém nascido possui 300 ossos, isso acontece porque ele possui cartilagens segmentadas que acabam se fundindo formando nossos ossos fixos na vida adulta. Entre 18 e 21 anos as cartilagens se ossificam por completo e o adulto para de crescer, normalmente é quando a puberdade acaba.

Quais as funções do esqueleto humano?

- Proteção dos órgãos;

- Locomoção;

- Produção de células sanguíneas;

- Armazenamento de cálcio, potássio, sódio e fósforo.

Quando acontece uma fratura do osso, vários vasos sanguíneos se rompem causando sangramento local, parando por completo após 24 horas do acontecimento. Algumas células irão fazer a limpeza e a varredura dos fragmentos soltos. Novos vasos sanguíneos irão se formar para que seja feito o reparo tecidual e consequentemente a consolidação óssea.

Alguns tipos de fraturas:

Galho verde- É quando a fratura é incompleta, atravessa parte do osso, acontecendo com maior frequência em crianças;

Simples- Fratura em que o osso não atravessa a pele;

Exposta- São fraturas mais agressivas, pois o osso rompe a pele ficando parte do dele exposto, podendo ocorrer risco de infecção;

Cominutiva- É um tipo de fratura em que exibe múltiplos fragmentos, com o mínimo de 3 partes.

Será que o osso fica mais fraco após a consolidação da fratura?

Na verdade cria- se no local da fratura um calo ósseo que lhe dará estabilidade unindo as duas extremidades. Com o passar do tempo algumas células irão migrar novamente, como se fosse lixar aquele calo ósseo, deixando igual ao restante da estrutura, ou seja, após a consolidação o osso ficará mais forte devido ao calo ósseo, mas depois ele retornará ao normal sendo reabsorvido.

O tempo de consolidação vai depender principalmente da localização da fratura, que em média demora de 6 a 8 semanas para se recuperar, em alguns casos podem durar até 3 meses, sendo tratadas cirurgicamente ou por gesso.

Após a consolidação da fratura deixo a dica que se inicie a fisioterapia para que consiga mobilizar o mais rápido possível na tentativa de não deixar sequelas e não ter outras complicações. A fraqueza muscular é muito comum após a imobilização com gesso. Mesmo que o bloqueio articular seja pequeno, as vezes poderá ficar para resto da vida com ele, e isso mudará a biomecânica articular, prejudicando o movimento correto, então procure um fisioterapeuta para avaliar melhor e comece um protocolo de reabilitação específico para cada caso.

Se você respeitar o tempo de consolidação, as orientações dadas pelo profissional, e claro uma boa fisioterapia, tenha certeza que seu sucesso estará garantido!

Leandro Borges é Fisioterapeuta e Instrutor de Pilates, Pós-graduado em Traumato-ortopedia com ênfase em Terapias Manuais.

Email: leandrorjfisio@hotmail.com

Blog do Facebook: Fisiot. Leandro Borges

Link: https://pt-br.facebook.com/fisiot.leandroborges/

Contato: 99550-9212 ( whatsapp )

*Atendimento domiciliar


0 visualização
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil