Buscar
  • Alexandre Madruga

LummeN apresenta “Viagem progressiva” na Cinelândia, terça-feira (20)


Formada em Petrópolis, em 1995, banda de rock progressivo faz resgate virtuosístico de mais de duas décadas de carreira

No próximo dia 20 de novembro, terça-feira, às 19h, o palco do Centro Cultural da Justiça Federal, na Cinelândia, voltará a reverberar os acordes e frases rítmicas complexas e sofisticadas marcantes do rock progressivo. Será a vez da banda LummeN apresentar seu show “Viagem progressiva”, cujo repertório conta com antigas e novas composições, além de clássicas músicas das principais bandas que influenciaram o som da banda, como Focus (House of the King), Premiata Forneria Marconi (Dove quando) e Jethro Tull (Living in the past). Trata-se de uma síntese do que a banda vivenciou nestes 23 anos de carreira, com o violino e a flauta permanecendo na linha de frente, sua característica marcante.

Duas músicas do repertório fizeram parte do “Ao vivo no Rio jazz club”, álbum lançado em 1999: “Tempo imóvel” (Marco Aurêh e Cassiano Ricardo), originalmente composta para o espetáculo teatral “Martim Cererê” e a suíte instrumental “Destino Imaginário” (Marco Aurêh). Dos shows anteriores apresentados pela banda (“Em concerto” e “Medieval Contemporâneo”), farão parte “Luz violeta”, “Pequena canção profana” e “O mito do amor romântico”, todas compostas por Marco Aurêh. Destaque também para “De manhã bem cedo” e “Tarde”, músicas do CD “Palma 12 Ciclos”, do duo homônimo formado por Aurêh e Paulo Loureiro, além de uma tradicional inglesa: “Scarborough Fair”, canção medieval de autor desconhecido e que ficou evidenciada por uma gravação feita pela dupla Simon & Garfunkel; uma bela melodia com poética letra que conta com a voz soprano da cantora convidada, Patrícia Scagliusi e com solos de violino e flauta irlandesa (originalmente conhecida como tin wistle).

Outra novidade deste show é o retorno de dois integrantes da LummeN, o violinista André Henriques e o baterista Giovani Vicenzo. André fez parte do show inaugural da banda, em 1995 e também da gravação do CD “Ao vivo no Rio Jazz Club”, já Giovani ingressou na banda em 1997 e ficou por um longo tempo, tendo participado inclusive do histórico show “Em Concerto”, que contou com a presença do Coral dos Canarinhos, do naipe de gaitas de fole da Banda Marcial Wolney Aguiar e do guitarrista Sérgio Hinds.

A banda conta com Aurêh no vocal, flautas transversas, tin wistle irlandês e flautas doces (contralto, soprano e sopranino), violão, bandolim, teclado e gaita de boca; André Henriques – violino, violão, bandolim e contra-cantos; Paulinho Cabral – guitarra e bandolim; Diego Peres – contrabaixo elétrico (vertical e horizontal) e contracanto; e Giovani Vicenzo – bateria e efeitos percussivos.

Centro Cultural da Justiça Federal fica na Avenida Rio Branco, 241 - Cinelândia. Informações: 3261-2550

Canção Profana – Centro da Música Carioca

Mansão - Lummen em Concerto – Teatro Dom Pedro – Petrópolis

Destino Imaginário - Lummen – Palácio de Cristal – Projeto Som e Cristal (2014)

Casa Encantada -Lummen – 2013

Hey, Amigo! - Lummen – 2013


2 visualizações
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil