• Alexandre Madruga

O '11 de setembro' na visão de jovens alunos do 9º ano da rede pública


Nos dias 06 e 09 de novembro do ano passado, o projeto “Penso, Logo existo” foi apresentado na Escola Municipal Visconde de Porto Seguro, em Sulacap. Idealizado pelo jornalista Alexandre Madruga, a proposta é criar uma arena de debates somente entre os alunos que não eram nascidos, ou eram muito novos, quando ocorreu o atentado terrorista do 11 de setembro de 2001. “A ideia é fazer com que debatam sobre o assunto e exponham seus pensamentos a respeito do fato e das conseqüências apresentadas no vídeo”, afirmou Madruga.

Foi exibido para alunos do 9º período o filme “Fahrenheit 9/11”, de autoria de Michael Moore, que faz uma análise da administração Bush após o trágico evento, apresenta uma nação mantida em medo constante por alertas do FBI e passiva diante de uma nova legislação, que infringe direitos civis básicos. “Pedagogicamente concluímos que a atividade proposta foi de grande valia aos educandos desta unidade escolar, visto que alguns nem eram nascidos quando o atentado às torres gêmeas do complexo empresarial do World Trade Center, na cidade de Nova Iorque e assim puderam ter uma visão histórico/crítico sobre o fato”, afirmou a direção da escola, em relatório sobre o evento na escola.

Para Madruga, a ideia é criar um ambiente de discussão sadia dentro do ambiente escolar. “Estimular o senso crítico e a participação construtiva num debate, a fim de conseguirem expressar suas posições e firmar um raciocínio lógico a respeito do tema, ou, dependendo do resultado do debate, mudar ou corroborar suas posições pré-definidas. E o saldo é positivo, já que eles não tinham lembranças tão vívidas sobre o atentado. Ler as redações, ver os posicionamentos e opiniões é uma grande satisfação”, finalizou o jornalista.

Confiram as redações que mais se destacaram, segundo a direção da Escola Municipal Visconde de Porto Seguro: Aluno(a): Yasmin Teixeira Garcez Turma: 1901 Para mim o George é um facista e a todo tempo quis desviar as atenções do Afeganistão, e de alguma forma fazer com que os americanos esquecessem do fato ocorrido. Mas por que ele fazia isso? Por que ele não defendia o seu povo? Simples, sua família tinha relações com os árabes que investiam na América. E também o Bush de olho no petróleo. Se atacassem o Afeganistão, teriam sua economia falida. Então eles decidiram atacar o Iraque, para que o povo esquecesse o atentado, para por medo na população. Até os próprios soldados americanos mandados ao Iraque achavam o ataque ao Iraque desnecessário. Pessoas mortas sem nenhum aparente motivo, isso é triste. Me faz pensar no ponto em que o ser humano pode chegar por dinheiro, por pura ambição. Acho que o motivo que levou a camuflarem o Afeganistão e colocarem o Iraque no lugar foi sua “aliança” com os árabes e sua sede pelas riquezas. Aluno(a): Pedro Henrique Cardoso Conrado Turma: 1901 Os ataques que ocorreram no dia 11 de setembro abriram um novo contexto, não só nos Estados Unidos mas em todo o mundo. O presidente americano ignorou os relatórios que o enviaram premeditando os planos do terrorista Osama Bin Laden. No meu ponto de vista crítico, o início da guerra do Iraque foi um plano do presidente para desviar as atenções do mundo para o Afeganistão, país que mantinham diversas parcerias com os EUA. Mas antes da guerra começar houve uma propagação de notícias que amedrontavam a sociedade pondo o terrorismo em evidência, dessa forma pode dar início ai trabalhos militares estadunidenses na região do Iraque. Evidências apontam que durante o auge da guerra mais de 850 soldados foram mortos, fora as dezenas de feridos. Uma guerra que em minha opinião foi absolutamente desnecessária, milhares de baixas, ações impulsionadas por interesses econômicos, tudo muito mal planejado. Um fato curioso que eu vi foi que os próprios soldados tinham dúvidas e desconhecimento do porque de estar matando pessoas que não fizeram mal algum a eles. Qual motivo de todo esse conflito? A resposta é bem simples: uma longa apresentação que o poder que é companheiro do dinheiro ultrapassa até os próprios valores humanos. Aluno(a): Maria Eduarda Andrade Turma: 1901 O ataque às Torres Gêmeas foi um marco para todos menos para o Osama Bin Laden, que de acordo com investigações do governo americano e confirmações do mesmo foi acusado pelo terrível acontecimento no dia 11 de setembro de 2001. Na minha opinião não acho que só ele tenha tramado o ataque e sim George W. Bush, seu amigo de anos, também responsável por tudo. Depois do ataque às Torres Gêmeas Bush tentou tirar ao máximo o foco do acontecimento, colocando um medo nos americanos, um medo gigante, que nunca os atacou e que se chamava Iraque. Com isso Bush encobrindo seus rastros, mandou um exército de militares e aviões com bombas para detonar o Iraque e dominá-lo. Muitas pessoas morreram, tanto do lado americano (soldados) quanto iraquianos, que não tinham culpa de absolutamente nada e infelizmente até hoje os EUA continuam em conflito com o Iraque. Aluno(a): Caroline Vitória N. da Silva Turma: 1902 Minha opinião sobre algo importante No momento em que vi a realidade exposta no filme eu fique perplexa. Milhares de pessoas morreram lutando por uma causa inexistente, milhares de famílias perderam alguém importante. Eu acho que a guerra EUA contra Iraque foi uma estratégia do presidente americano George W. Bush para amedrontar os inimigos, espalhados por todo o mundo e uma maneira de tirar a atenção da Arábia Saudita para a guerra. 2973 pessoas morreram em um atentado feito pelo árabe Osama Bin Laden e o presidente se importou apenas com as perdas econômicas que ele teria se fizesse algo em relação a isso. A pergunta que deveriam se fazer era: “quantas mais pessoas teriam que morrer para a justiça ser feita?” Se o presidente dos Estados Unidos estava disposto a perder civis inocentes só para continuar lucrando, o que impedia de mandar inocentes para a guerra? Nada. E foi isso que ele fez. Mandou pessoas sem dinheiro, que viam o alistamento militar como única opção, para uma falsa guerra a fim de manter seus interesses acima de seu povo. Aluno(a): Vitor Ferreira Calheiros Turma: 1902 O som das janelas quebrando, dos gritos, da poeira, sirenes. “Era o fim do mundo” . O 11 de setembro nunca deve ser esquecido. Com o ataque às Torres Gêmeas, o medo do terrorismo foi difundido por todo o mundo. Naquela semana o grupo terrorista A-Qaeda disse ser responsável pelos ataques. Mas, sinceramente, será que só dois aviões seriam capazes de derrubar uma construção tão grande? Será que só um grupo estava envolvido no ataque? A perícia descobriu que os prédios implodiram e o presidente dos EUA, George W. Bush, tinha inúmeras ligações com grupos terroristas. Será que a verdade que nos contam é o que realmente é? Os Estados Unidos se aproveitaram muito do 11/09. Com isso atacaram o Iraque, reformularam seu controle de viagens (principalmente em aeroportos) e, como dizem os papéis vazados por Snowden, ex-agente da CIA, no início da década, os Estados Unidos possuíam escutas por todo o mundo. Pelo visto para quem chorava pela torre derrubada eles então se aproveitaram muito. O grande problema que me instiga é que não sabemos o porque disso tudo. Quem realmente ordenou os ataques à torres gêmeas? Por que o Iraque foi alvo de tanta destruição. Quem sabe como no caso da espionagem na CIA, só descobriremos os motivos num futuro, quem sabe próximo. Quem sabe daqui há uma ou duas décadas você me diga o porquê disso tudo.

Agora, outros trabalhos na mesma escola, mas coletados em 2016. Nessa parte, tudo escrito no papel entregue aos alunos também está descrito. "A ideia de ler as anotações foi ver como eles estavam atentos e as pequenas considerações ao longo da exibição. Isso também enriqueceu o projeto", sentencia o jornalista.

Segue as transcrições com redações:

Ana Rita de Kássia Campelo 14 anos – Mora em Realengo ANOTAÇÕES ¬Não fez REDAÇÃO Título: ausente Para mim a guerra foi fruto de um presidente que não estava preparado para assumir um cargo que não estava preparado para assumir, um cargo desse nível, já que as empresas que ele tinha antes de seguir a carreira política faliram. Muitos dizem, e em grande parte acho que é verdade, que a guerra não adianta nada. Os Estados Unidos cometeram um grande erro: gastou muito dinheiro e causaram muitas mortes desnecessárias. Sobre mandarem adolescentes para a guerra, fico aborrecida pois praticamente tiraram a vida deles, arrancaram a oportunidade de seguirem os seus sonhos e, além de dar a eles traumas psicológicos, fazer eles perderem partes de seus corpos. Uma das pessoas que também ficou enfurecida com o “livre arbítrio” da América de levar os jovens para a guerra foi o Rap Eminem, que vivenciou isso tudo e fez uma música para se expressar o que o ex-Presidente dos USA fez. O nome da música é “Fuck Bush”. Voltando ao assunto da guerra, os EUA não pensaram muito bem nas conseqüências que iria trazer para o país. Para mim é uma das causas que a economia não vai bem, e a aceitação do povo americano a presidentes não é agradável. Repito que a guerra em si é um erro e não leva a nada, a não ser a morte de pessoas inocentes, que não tem nada haver. A guerra não contribuiu para nada. Augusto Felipe Alves Cavalcante (9º ano) 14 anos – Mora em Bangu ANOTAÇÕES ¬Eles não assinaram porque os deputados eram negros ou porque o Presidente subornou? - Por que ele tirou férias? Não estava agüentando a pressão? - Então a parte da culpa foi do Presidente? - Então o maior inimigo dos EUA era amigo do Presidente? - As mesmas jogadas políticas que aconteceram em outros atentados, ocorreu nesse? - O Pentágono também foi atacado? - Então o Presidente estava querendo abafar os acontecimentos? - O governo dos EUA estava querendo desviar as atenções dos sauditas? - Então se tivesse uma segurança eficiente, poderia evitar os ataques? - Como a ONU agiu, quando os EUA invadiram o Iraque? REDAÇÃO Título: ausente O atentado do 7 de setembro foi um marco na história mundial. Isso ficará na memória, com certeza, de todos os americanos e de toda população mundial. A causa desse atentado não se sabe, mas o que realmente se sabe é que poderia ser evitado ou pelo menos amenizado. Se as autoridades tivessem tomado as medidas certas, talvez a história fosse diferente. Mas, àquela hora não era para apontar erros ou muito menos descobrir culpados. Porém, os EUA não tiveram cabeça fria para lidar com essa situação. O Presidente, sendo pressionado pela opinião pública (imprensa) tomou medidas drásticas, assim acabando com a vida de muitos inocentes. Também teve o jogo econômico. O governo aterrorizando a população, assim oferecendo-a produtos para que as empresas faturassem em cima da tragédia. Com isso a guerra é um interesse político. Ela não beneficia ninguém e não pensa nas mães que irão ficar sem seus filhos, ou filhos que irão ficar sem seus pais. Por isso o mais importante é o diálogo. Bruno Anderson O. Barcellos 14 anos – Mora em Bangu ANOTAÇÕES ¬Bush: líder de poucas ações - Depois do 11 de setembro, árabes foram retirados dos EUA - Os EUA se preparavam para outro ataque, porém o Presidente dizia a população ficar calma - Eleições 2001: preferido Al Gore - George Bush ganhou - Guerra EUA x Bagdá - Alistamento (obrigatório) - Enquanto destroem seus inimigos, os soldados ouvem música REDAÇÃO Título: ausente O terror do 11 de Setembro, visto por muitos como um acidente, marcou não só fisicamente, mas também marcou o psicológico de muitos amigos e familiares das vítimas. Como vimos ao longo da história, um ataque, se assim podemos chamar, leva a outro. Um modo dos EUA expressarem seu patriotismo e, mostrando que ainda estavam vivos, atacaram outro país, mesmo sendo um país miserável. Apesar de cruel não podemos julgar os EUA, pois não passamos pelo que eles passaram. Essa forte potência tinha no momento um líder que preferia ver a morte da população, do que ver a morte de sua economia. Mas, apesar de estar ocorrendo uma crise, não podemos deixar de notar que, apesar de ter seu centro econômico destruído e ter um líder de poucas ações, esse grande país estava ultrapassando essas barreiras. Não podemos julgar o país sem saber pelo que ele passou. Camila de Farias Campos Barreto dos Santos (8º ano) 13 anos – Mora em Vila Valqueire ANOTAÇÕES ¬Qual foi o motivo de Bin Laden para atacar os EUA? - Porque o Presidente dos EUA estava tão calmo e tão despreocupado com Bin Laden, mesmo depois do 11 de Setembro? - Porque os EUA atacou o Iraque? REDAÇÃO Título: ausente Eu vou falar sobre o 11 de setembro, o ataque as torres gêmeas que aconteceu em 2001. Antes de eu ver esse documentário, não tinha a menor idéia do que foi o 11 de setembro. Eu gostei muito do que fiquei sabendo hoje. Eu não tinha a mínima idéia do que tinha acontecido. Os ataques foram mais por dinheiro. Vou falar um pouco sobre o ataque que os EUA fez ao Iraque. O ataque foi mais pelo petróleo, porque no Iraque eles eram mais ricos no petróleo. Mas no Iraque eles não estavam preparados para um ataque, mesmo eles não tendo feito nada pelos EUA. Filipe de Carvalho Garcia (9º ano) 14 anos – Mora em Marechal Hermes ANOTAÇÕES ¬Ano do atentado: 2001 (atentado terrorista) - Dia 11 de setembro - Lugar: Torres Gêmeas - O senado naquela época não apoiavam os negros, porque tinham muito preconceito. - O Presidente parecia não estar querendo saber sobre os ataques terroristas, que já era de esperar esses ataques depois de Bin Laden ter declarado que iria atacar as torres gêmeas. - O Presidente americano não queria atacar, matar Bin Laden. Ele mandou só 11 mil soldados para atacar o Afeganistão e demoraram 2 meses para atacar o Bin Laden. Parecia que o Bush tinha uma relação com pessoas terroristas. - Depois do ataque terrorista, o povo americano estava inseguro, com medo de outro ataque terrorista. - O ataque no Iraque foi um massacre. As bombas que lançaram destruíram quase tudo, famílias, casas e etc. REDAÇÃO Título: Terroristas No dia 11 de setembro de 2001 teve um acontecimento marcado para toda a história mundial. Um ataque terrorista, como seu mandante Osama Bin Laden. O ataque nos EUA ninguém esperava, porque os EUA são economicamente mais fortes que os países envolvidos (Iraque, Afeganistão). Esse ataque já era premeditado. Foi descoberto que iria ter um ataque terrorista. O ataque foi nas torres gêmeas, e o Presidente George W. Bush estava numa escola. Ficou sabendo do ataque e não fez nada, não tomou nenhuma atitude. Será que ele não tem relação com o ataque? Ninguém pode afirmar, mas um amigo que serviu no Exército com ele, tinha relações com membros da família Bin Laden. No ataque pessoas ficaram aterrorizadas, sem saber o que fazer, e o Presidente sem tomar nenhuma providência. Depois do ataque, aeroportos ficaram fechados por dias. Nenhum avião saía do Afeganistão para os EUA. O Presidente Bush tomou uma providência, atacando o Afeganistão, massacrando-os, sem necessidade, porque eles não tinham defesas, e só atacaram por causa da opinião pública. O Iraque foi atacado por causa do capital, do dinheiro. Porque sempre tem capital metido no meio? Em todos os conflitos tem capital. No Iraque eles atacaram, massacrando-os. Os iraquianos usavam armas antigas e os americanos tinham armas mais novas, melhores. Concluindo, o ataque terrorista poderia ser evitado se os EUA não tivessem esse pensamento de ser “o mais forte”, “ninguém pode me vencer”. E o Presidente George W. Bush não tomou providências sobre os ataques. Poderiam ser evitados? O Presidente está envolvido no ataque terrorista? Porque tem sempre capital enroscado em conflitos? São perguntas permanentes que não podem ser comprovadas. Cada um pensa de um modo, responda como quiser. Mas, para mim, o Presidente tem uma participação no ataque, mesmo que seja mínima. Capital sempre está no meio, porque a economia mundial é capitalista. Gabriele Rodrigues Duarte 14 anos – Mora em Praça Seca ANOTAÇÕES ¬Não fez REDAÇÃO Título: O Atentado de 11 de setembro Uma covardia estava acontecendo no dia onze de setembro no EUA. Terroristas batiam com aviões nas Torres Gêmeas, com a intenção de matar pessoas com as quais eles jamais souberam o nome. Pessoas que possivelmente não teriam feito nada a eles. Esse atentando foi muito bem preparado pelos terroristas. Prepararam-se dentro do EUA, aprendendo a pilotar junto aos americanos, e tudo sem a menor chance do governo desconfiar. Mas o pior é que foi enviado um documento ao Presidente contando o possível atentado, mas o Presidente estava de férias e não levou a ameaça a sério. Gisele Rodrigues Duarte 14 anos – Mora em Praça Seca ANOTAÇÕES ¬Não fez REDAÇÃO Título: Bush o Presidente O Presidente que não teve apoio de todos, que gerou muito polêmica, que no seu poder sofreu um dos maiores atentados terroristas do mundo e onde todas as pessoas se perguntam onde ele estava no atentado. Então, a história dele começa aqui. Poucos queriam sua candidatura e ainda acham que foi um roubo ele ganhar. Mesmo assim, ele continuou e lutou depois de muita polêmica. Mesmo não tendo espaço para ele fazer as coisas, ele planejava um ataque no qual chorou todos e o mundo todo. Gustavo Lennon da Silva 15 anos – Mora em Padre Miguel ANOTAÇÕES ¬Eleições de 2001: favorito Al Gore (era) - George W. Bush (win) - Nenhum Senador apoiou os negros - Word Trade Center - Durante o ataque Bush continuou lendo para as crianças (Minha Cabra Favorita) - Corrupção voltada para o dinheiro - George H. W. Bush: Pai de Bush - Bush: creditava a culpa do 11 de Setembro ao Bin Laden - The people To! - Na guerra EUA x Bagda (Iraque) os soldados escutavam músicas para se animar. - Recrutamento (quase obrigatório) REDAÇÃO Título: ausente Ao amanhecer do dia 11 de setembro de 2001, uma terça-feira, os EUA entraram em estado de pânico. Aviões colidiram com dois prédios de Nova York. Pessoas mortas, famílias aflitas, um imbróglio no país considerado um potência mundial, e nesse exato momento, o Presidente continua sua leitura do livro Minha Cabra Favorita. Avisos foram feitos, locais estudados, mas nada impediu a ocorrência da tragédia. Desleixo, prepotência ou mero descuido? Não importou muito, o importante foi achar um culpado e vingar-se. “Boom!” Uma bomba no Afeganistão, o país culpado pelo ocorrido. Cumprida, vingança cumprida, porém isso não trará os mortos de volta. Pelo contrário, só causará mais mortes. Tantos jovens que serviram seu país e acabaram morrendo por uma mera vingança. Mesmo assim, nada impediu a classe mais pobre e menos importante para o governo de defender seu país por amor a pátria. Um amor que gerou guerras. Guerras que geraram mortes, mortes que geraram mais guerras por causa da briga de duas pessoas. Pessoas essas que uma vez dividiram o mesmo teto. Gustavo Mascarenhas Ribas 14 anos – Mora em Marechal Hermes ANOTAÇÕES ¬Não fez REDAÇÃO Título: 11 de setembro de 2001 Antes desse acontecimento, meses atrás, Bush foi escolhido para ser o novo Presidente dos EUA, mas ele foi o único Presidente a ir de carro para a Casa Branca, pois as pessoas não gostavam dele. Foi então que aconteceu o inesperado. Aviões destruíram as Torres Gêmeas, um caiu, um bateu no Pentágono e dois bateram nas torres. Foi como a pior coisa que aconteceu nos EUA. O Presidente Bush, como não tinha pessoas para falar com ele, Bush não sabia qual foi o culpado, então atacou o Iraque, que nunca tinha ameaçado os EUA, porque pensaram que eles eram culpados. Meses separaram, e os EUA atacaram o Afeganistão, um país sem defesas, porque pensaram que eles eram a defesa do Iraque. Então, mandaram soldados de 17 e 18 anos ou mais para o Iraque, para confrontar as defesas de lá, mas as defesas do Iraque é muito fraca, que eles atacaram com forças bem fracas. Kevelyn Cavallari Toledo 13 anos – Mora em Sulacap ANOTAÇÕES ¬Porque era necessária a assinatura dos Senadores? - O que eles fizeram nas salas de aula e não resolveram o caso? - Realmente foram os terroristas? Como os terroristas conseguiram aviões? - Que campanhas que os sauditas investiram? - Os sauditas tinham o mesmo nível que o Presidente, os políticos etc? - Porque demoraram tanto para chegar até os sauditas? (2 meses) - Quanto tempo demorou em liberar os aeroportos? - O que acontecia com quem não queria se alistar para as forças armadas? - Era proibido falar do caso? - Por que não podiam levar leite materno ao aeroporto? REDAÇÃO Título: O dia 11 de setembro de 2001 O acontecimento levou por definição um certo ataque, não um acidente como muitos falaram, foram aviões. Um colidiu com o Pentágono, outro foi atacado por pessoas do próprio avião e acabou caindo,e os outros colidiram com as Torres Gêmeas. Esse momento foi observado por milhares de pessoas, levando em consideração ao outro lado, logo depois que tivemos a guerra ao Iraque, pois, o certo caso teve o petróleo. Sempre temos a pergunta, “qual o motivo do acontecimento das torres serem atacadas?” Como definição, as torres eram como se fossem o “coração”, o “alvo”.

#11deSetembro #EscolaPública

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.