• Andressa Gonçalves - Estudante de Design de

CINEnews | 'Vamos voltar à infância?', esse é o convite feito por 'Os Incríveis 2'


Eu tinha exatamente 8 anos quando Os Incríveis foi lançado em cinemas do mundo todo. Como a boa fã de desenhos animados que sempre fui (e sempre serei), me recordo de fazer todas as atividades escolares, deixar meu quarto organizado e me comportar bem, pois o fim de semana estava chegando e, desta forma, a probabilidade de meus pais me levarem para assisti-lo seria significantemente aumentada.

No fim das contas, eu estava certa, e todo o meu “esforço” valeu a pena. O que eu não sabia na época é que valeria ainda mais a pena do que eu esperava: o filme era fantástico! As cores, a história diferente (que eu pouco compreendia, é verdade, mas que percebia algo de especial), os personagens, seus poderes e até as piadas, marcaram a minha infância para sempre.

Levando o relato acima em consideração, você consegue compreender um pouquinho do que foi para mim, ouvir: “Os Incríveis 2 encontra-se em produção”, não é verdade?

E então, com quase o triplo da idade que tinha ao assistir o primeiro filme da série, lá fui eu ao cinema mais próximo, conferir o que sua continuação me reservava e preciso adiantar: uma baita volta no tempo!

Os Incríveis 2 começa exatamente no mesmo ponto em que terminou Os Incríveis e isso é fantástico. Ao longo de todos esses anos, tendo reassistido Os Incríveis em várias ocasiões, é muito empolgante ver o cuidado que a produção teve ao retomar exatamente de onde parou e fazer isso com tanta precisão e naturalidade.

Aqueles que como eu esperaram 14 anos por uma possível continuação, certamente não ficarão desapontados com ela. Os Incríveis 2 consegue balancear muito bem e de forma lúdica, temas atuais, como a mulher moderna conquistando seu devido espaço na sociedade, a nova estruturação do espaço familiar, e isso tudo ao mesmo tempo em que resgata elementos do passado, como os figurinos e carros da década de 50 e os personagens que tanto já conhecemos e amamos exatamente do jeitinho que sempre foram.

Ao começar a assistir ao filme, para mim, foi como se o tempo não houvesse passado: eu me sentia mais uma vez a garotinha de 08 anos, feliz por estar no cinema finalmente vendo o filme que tanto queria e que, pela primeira vez na vida, via personagens com super-poderes impressionantes em sua frente.

É claro que, em comparação ao seu antecessor, Os Incríveis 2 tem uma narrativa um pouco mais fraca e falha no aspecto “vilões que tentam dominar o mundo”. A mulher elástica é, literalmente, INCRÍVEL, sendo por muitos considerada a personagem mais poderosa e inteligente do universo, logo, ela merecia vilões mais desafiadores e à sua altura.

Um fator muito interessante do novo filme é justamente o foco nela e em Zezé, o membro mais jovem do clã dos Incríveis e que rouba a cena em grande parte do longa. Com seus inúmeros poderes inusitados, o bebê, em diversas situações, arranca as maiores risadas da plateia.

Como seu predecessor, Os Incríveis 2 é um filme leve e despreocupado, ideal para toda a família. Se você não assistiu ao primeiro, é altamente recomendável fazê-lo antes de conferir o segundo, pois, como dito anteriormente, Os Incríveis 2 é uma continuação em todos os sentidos da palavra. Quem optar por assisti-lo sem conhecer o enredo do anterior pode ficar um pouco perdido.

O filme abordou com maior profundidade e detalhe alguns personagens até então secundários no primeiro longa, como os supracitados Mulher Elástica e Zezé, e até mesmo Violeta. Além disso, foram introduzidos novos personagens que apesar de pouco explorados parecem promissores e fazer parte de uma promessa para que aconteça, quem sabe, um Os Incríveis 3. A franquia retornou e agora parece que é para ficar.

E você? Já conferiu Os Incríveis 2 no cinema? Tendo 8 ou 80 anos, vale a pena!

Andressa Gonçalves é colunista de cinema por paixão. Estudante de Design de Interiores por opção. E futura jornalista por vocação. Escrevo também para o Expedição Musical, Portal Mais Pop, George Ezra Brasil e James Bay Brasil. Música e Cinema me fascinam.

Contato: miss.gonc00@gmail.com

#Cinema

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil