Buscar
  • Alexandre Madruga

Lançamento do Cd 'O piano de Sergio Roberto de Oliveira e Ricardo Tacuchian', sábado (07) na


Em memória ao compositor e produtor carioca falecido há um ano, novo disco reúne obras suas e do maestro Ricardo Tacuchian, com interpretação de excelência das pianistas Miriam Grosman e Ingrid Barancoski. Disco será gratuito para quem comprar ingresso no dia do recital

Comprovando a imortalidade da arte, sua transcendência e legado, chega às lojas físicas e virtuais o CD “O piano de Sergio Roberto de Oliveira e Ricardo Tacuchian”, reunindo obras do saudoso músico tijucano, falecido há quase um ano, e do consagrado maestro e compositor, todas interpretadas pelas pianistas Miriam Grosman e Ingrid Barancoski. O disco é um lançamento da gravadora carioca A Casa Discos, que tinha Oliveira como proprietário e gestor, e agora se renova, determinada na manutenção da memória do seu criador e também no desenvolvimento de novos projetos eruditos e instrumentais, tendo à frente seu amigo e renomado clarinetista Cristiano Alves.

Resultado de uma recente parceria e amizade entre os compositores, o CD começou a ser concebido em 2015, quando Tacuchian procurou a gravadora para produzir o disco “Água-forte: duo Grosman-Barancoski interpreta Tacuchian”. Segundo o próprio Tacuchian, “o processo de gravação em estúdio nos aproximou, eu, ele e as duas pianistas, Miriam e Ingrid. Assim tive a oportunidade de conhecer melhor sua personalidade sempre gentil, sua capacidade de trabalho e liderança e, acima de tudo, sua musicalidade. Ao concluirmos o projeto que nos deu tanto prazer, não só pela realização artística mas também pelo contato humano que desfrutamos, Sérgio me procurou para consultar se eu concordaria em realizar outro CD, agora em parceria com ele, com as mesmas pianistas, por quem ele passou a ter grande apreço pelo talento e arte, e pela integridade e seriedade de ambas”.

A produção do CD foi, de certa forma, interrompida por conta da doença fatal do compositor e produtor, diagnosticada em 2016. Todavia, neste mesmo ano, Sergio Roberto de Oliveira não abdicou de muitos de seus planos. Viveu um intenso processo interno de reformulação de valores e da vida. Na rede social ele escreveu sobre 2016: “Foi um ano bem diferente do que eu poderia imaginar. Os votos de saúde acabaram não sendo muito efetivos, mas um outro, que ninguém desejou, fez a diferença: sabedoria. Sim, foi um ano de aprendizado, autoconhecimento, fé. Quem me conhecia e ficou, digamos, 10 meses sem me ver, não me reconheceria. E não falo da magreza, mas das mudanças profundas em tudo dentro de mim”. O músico veio a falecer no dia 11 de julho de 2017 e, praticamente em seu leito de morte, concluiu sua obra-prima, a ópera “Na Boca do Cão” e terminou, já doente, seu último CD Paineiras, com uma obra sua de mesmo nome.

O CD “O Piano de Sergio Roberto de Oliveira e Ricardo Tacuchian” nasce, segundo o maestro, com um novo significado: “uma homenagem ao compositor que, apesar de partir tão cedo, deixou fortes marcas no panorama musical brasileiro de sua geração. Seu legado continua produzindo frutos”. A primeira parte do disco reúne peças de Oliveira para piano: “Brasileiro”, “Prelúdios Tijucanos” (em três movimentos) e “Atonas”. As composições de Tacuchian ocupam a segunda parte do CD, com as obras “Ernesto Nazareth no Cinema Odeon”, “A Bailarina” (com dez movimentos) e se encerra com “Le Tombeau de Alejadinho”.


0 visualização
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil