• Alexandre Madruga

PSICOnews | Novas Conquistas para a Saúde


Olá pessoal! Na última semana, duas importantes datas marcaram o nosso calendário. A primeira com o Dia Internacional de Combate às Drogas e o segundo com o Dia Internacional do Orgulho LGBTI+. Acima de qualquer coisa, a proliferação dos debates consistentes realizados por instituições e por outros grupos menos formais, configura um importante e indispensável passo para a continuidade de projetos políticos e sócio-educacionais.

O combate às drogas, ou melhor dizendo, o amadurecimento das discussões relacionadas a política de redução de danos, parece sinalizar um caminho ainda bastante longo para que tenhamos alguma redução do consumo e a diminuição do número de doenças e mortes associadas ao consumo propriamente dito. 

Há aqueles que defendem o princípio quase que utópico de um mundo sem drogas e outro grupo que prefere encarar o problema enquanto uma realidade presente desde que o mundo é mundo. Daí a ênfase no princípio da redução de danos enquanto ação protetiva e que vem apresentando resultados consistentes em muitos países. Afinal, redução de danos está longe de se configurar apenas como uma merda distribuição de seringas como por exemplo. Quanto ao tema do Orgulho LGBTI+, o principal destaque foi sem sombra de dúvida, a retirada da transexualidade da lista de doenças mentais pela OMS - Organização Mundial da Saúde. Desta forma, a pessoa transexual, ou transgênero deixa de ser tratada como paciente com transtorno mental. A nova edição da classificação internacional de doenças (CID) foi publicada no ultimo dia 18 e parte do princípio de que a transexualidade não pode ser considerada doença, até porque não há nenhuma evidência que configure-a enquanto um transtorno mental, embora já saibamos há muito tempo da existência de outros transtornos que acompanham, tais como a depressão, ansiedade, quadros de pânico e outras problemas. Quero portanto parabenizar todos os amigos, profissionais, pesquisadores e legisladores que tiveram um papel fundamental, principalmente nos últimos 10(dez) anos, na busca incansável pela igualdade de direitos, pelo combate a todo e qualquer tipo de estigmatização humana, e na luta por uma sociedade mais consciente e justa. Não vamos jamais nos esquecer que o sofrimento oriundo da discriminação, do ataque e da falta de amor e dos discursos de ódio, são responsáveis diretamente por um prejuízo emocional e psicológico enormes na vida de uma pessoa, e que inclusive podem levar muitos a morte prematura. O Canal Fred Explica confere portanto nosso mais sincero apoio a todas essas importantes causas que ainda muito necessitam de novos espaços de debate, de conversas e da indispensável aproximação de outros discursos. Na próxima semana, trataremos aqui sobre outro importantíssimo tema que é a inclusão do vício em videogame no código internacional de doenças mentais. Fiquem atentos! Beijos do Fred! 

#Psicologia

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil